Menino de 12 anos mata primo acidentalmente com arma de fogo do pai

Brincadeira entre primos termina em morte e levanta questionamentos sobre segurança de armas em casa
tragédia

Uma brincadeira inocente entre dois primos no Brooklyn, Nova York, teve um desfecho trágico na última segunda-feira (03). Um menino de 12 anos, que não teve o nome identificado, atirou acidentalmente em seu primo de 14 anos, Jasai Guy, com uma espingarda que, segundo a polícia, pertencia ao pai de Jasai. O tiro atingiu o peito de Jasai, que foi levado às pressas para um hospital local, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Leia também: Tragédia gera “cidades fantasmas” e turismo gaúcho tenta sobreviver às chuvas

De acordo com depoimento do menino à polícia, tudo aconteceu durante uma brincadeira enquanto o avô dos garotos dormia no quarto. Fontes próximas à família relataram ao New York Post que a espingarda estava guardada no quarto do pai de Jasai, um bombeiro de Nova York que se encontrava de férias no momento da tragédia.

Investigação em andamento

A polícia do Brooklyn ainda investiga as circunstâncias do acidente, buscando entender como as crianças tiveram acesso à arma e se a mesma foi obtida de forma legal pelo pai.

Receba nossas notícias em tempo real no whatsapp

Segurança de armas em debate

A tragédia levanta questionamentos sobre a segurança de armas em casa, especialmente quando há crianças envolvidas. A fácil acessibilidade de armas de fogo por parte de menores de idade é um problema sério que tem resultado em diversas mortes acidentais nos Estados Unidos.

Siga a gente no Google News para mais informações sobre segurança de armas.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 2075

Deixe um comentário