Funk, drogas e sexo na rua: pancadão de 10h inferniza zona sul de SP

TAG Notícias

Em meio ao cenário urbano de São Paulo, a cena dos “pancadões” de funk tem se tornado uma fonte de dor de cabeça para os moradores locais, trazendo uma mistura de música alta, consumo de drogas e desordem que perturba a tranquilidade das comunidades afetadas. Uma rua em particular, a Maria Luíza do Espírito Santo, no Jardim Miriam, zona sul da cidade, é palco de uma dessas perturbações constantes.

De acordo com relatos dos moradores ao portal Metrópoles, que preferiram manter o anonimato por medo de retaliação, os pancadões na região duram cerca de dez horas, começando ao final da tarde e se estendendo até a madrugada, bloqueando completamente o acesso às residências e gerando um clima de caos e insegurança.

Leia também: Funcionária é estuprada dentro de delegacia no litoral de SP, e agressor é preso em flagrante

No ano passado, a Polícia Militar registrou um aumento alarmante de 540% nas reclamações contra o pancadão na Rua Maria Luíza do Espírito Santo, refletindo o crescente descontentamento da comunidade local com a situação.

“Não durmo, não consigo falar ao telefone, assistir televisão. Fico dentro de casa sufocada. É uma multidão gigantesca. É gente usando droga, mijando no portão, fazendo sexo, barulho insuportável”, relata uma moradora.

Outra preocupação é o impacto desses eventos na mobilidade dos moradores, com ruas bloqueadas e dificuldade de locomoção, colocando em risco até mesmo emergências médicas que exigem acesso rápido a serviços de saúde.

Renda extra: Aprenda as técnicas inovadoras e eficazes para o Design de Sobrancelhas

Para os moradores, a situação é desesperadora e perturbadora, com relatos de crianças apavoradas e dificuldade para sair de casa devido à multidão. O problema, no entanto, não se limita apenas ao Jardim Miriam, com relatos de pancadões em outras regiões da cidade.

Fique por dentro das últimas notícias e atualizações sobre questões urbanas e sociais em São Paulo. Siga-nos no Google News clicando aqui e mantenha-se informado.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1727

Deixe um comentário