Argentina congela preços dos combustíveis até a eleição presidencial

TAG Notícias

Em um anúncio na última quinta-feira, dia 17 de agosto, o governo argentino revelou ter alcançado um acordo com as principais empresas de petróleo do país visando a estabilização dos preços dos combustíveis até depois das eleições presidenciais.

Leia também: Alexandre de Moraes autoriza quebra dos sigilos bancário e fiscal de Jair Bolsonaro e de Michelle

O ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa, que também é o candidato da coalizão governista à Presidência, foi o encarregado de apresentar o acordo ao público. A medida busca conter as flutuações nos preços dos combustíveis, que foram impactados pela considerável desvalorização do peso argentino, uma medida que entrou em vigor na segunda-feira, dia 14 de agosto.

Recentemente, no dia 15 de agosto, empresas como Shell, Axion e Puma Energy aumentaram os valores da gasolina e do diesel em 12,5%, devido às mudanças no cenário econômico.

Sergio Massa destacou que o acordo inclui cláusulas que permitem a revogação de benefícios fiscais caso as empresas descumpram as condições estabelecidas pelo governo. A medida visa garantir a estabilidade dos preços dos combustíveis durante o período eleitoral.

Os preços da gasolina e do diesel tiveram um aumento médio de 63% ao longo de 2023, uma situação que vem preocupando os consumidores e a população em geral.

Cenário Eleitoral Argentino

As eleições primárias na Argentina, que ocorreram no domingo, dia 13 de agosto, apresentaram Javier Milei como líder nas votações. Milei, frequentemente comparado ao ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro devido a suas posições de direita, conquistou a preferência dos eleitores.

O primeiro turno da eleição presidencial está agendado para outubro e contará com candidatos como Sergio Massa e Patricia Bullrich. Patricia Bullrich, ligada à ala tradicional da direita e associada ao ex-presidente Mauricio Macri, está enfrentando a crescente popularidade de Milei no cenário de oposição ao governo peronista de Alberto Fernández.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1707