Tetracampeão do mundo, Zagallo morre aos 92 anos

Falecimento de Mario Jorge Lobo Zagallo, o "Velho Lobo": Ícone do Futebol Brasileiro nos Deixa aos 92 Anos
TAG Notícias

Figura lendária do futebol brasileiro, o ex-técnico de futebol Mario Jorge Lobo Zagallo faleceu na última sexta-feira (5/1) aos 92 anos. Conhecido como o “Velho Lobo”, Zagallo foi confirmado como uma das personalidades mais marcantes do cenário esportivo nacional pelo perfil oficial do ex-jogador no Instagram.

Leia também: Personal trainer morre de infarto aos 31 anos após sentir dores no estômago

A notícia foi divulgada pela família em uma comovente nota de pesar na página do tetracampeão. “É com enorme pesar que informamos o falecimento de nosso eterno tetracampeão mundial Mario Jorge Lobo Zagallo. Um pai devotado, avô amoroso, sogro carinhoso, amigo fiel, profissional vitorioso e um grande ser humano. Ídolo gigante. Um patriota que nos deixa um legado de grandes conquistas. Agradecemos a Deus pelo tempo que pudemos conviver com você e pedimos ao Pai que encontremos conforto nas boas lembranças e no grande exemplo que você nos deixa”, expressou a família.

Nascido em 9 de agosto de 1931, em Atalaia, Zagallo iniciou sua trajetória no futebol no América-RJ, seu clube de coração. Ao longo de sua carreira, teve passagens marcantes pelo Flamengo, onde conquistou um tricampeonato carioca, e pelo Botafogo, clube pelo qual voltou a vencer estaduais, além da Taça Brasil.

Na Seleção Brasileira, Zagallo participou das conquistas dos Mundiais de 1958 e 1962 como jogador. Posteriormente, tornou-se treinador, liderando a icônica equipe tricampeã mundial no México, em 1970. Além disso, foi coordenador de Parreira na Copa de 1994 e alcançou o vice-campeonato como treinador na França, em 1998. Sua trajetória também incluiu participações nas Copas de 2006 e 1994, sempre integrando a comissão técnica.

Além de suas conquistas notáveis, Zagallo era conhecido por sua personalidade forte e carismática. Sua superstição em relação ao número 13 e sua famosa declaração “vocês vão ter que me engolir”, proferida após a conquista da Copa América de 1997, são apenas algumas das marcas deixadas por esse ícone do futebol brasileiro.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 2097

Deixe um comentário