Operação Direção Segura Integrada (ODSI) do DETRAN-SP cresce 37% em abril

segurança no trânsito

Os números consolidados da Operação Direção Segura Integrada (ODSI) em abril confirmam a política de reforço a ações preventivas do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP). Os dados são claros: em doze meses, o volume de veículos abordados subiu 37%: de 17.849 para 24.474, número semelhante ao de março último, quando foram parados 24.992 motoristas.

Leia também: Após 3 dias foragido, condutor de Porsche se entrega à polícia

“As ODSIs contribuem para evitar acidentes e para conscientizar a população, por exemplo, sobre a necessidade de separar álcool e volante. A direção de veículos sob influência de álcool é uma das principais causas de sinistros e óbitos no trânsito”, diz Ícaro Eustachio, diretor de Educação para o Trânsito e Fiscalização do Detran-SP.

Dos 24.474 motoristas abordados em abril, 932 foram enquadrados por alcoolemia, enquanto 879 se recusaram a soprar o etilômetro. Números acima daqueles de março, quando houve 769 recusas e 813 infrações do tipo. Vale lembrar que tanto se negar ao sopro quanto dirigir sob o efeito de álcool – quando o bafômetro registra índice de até 0,33 mg de álcool por litro de ar expelido – são infrações gravíssimas, segundo os artigos 165 e 165-A do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Em ambos os casos, o valor da multa é de R$ 2.934,70 e o condutor responde a processo de suspensão da carteira nacional de habilitação (CNH). Se há reincidência no período de doze meses, a pena é aplicada em dobro, R$ 5.869,40, e a carteira é cassada.

Receba nossas notícias em tempo real no whatsapp

Já os casos de embriaguez, quando o índice de álcool por litro de ar expelido passa de 0,33 mg, são considerados crimes de trânsito e os motoristas, conduzidos ao distrito policial. Se condenados, além da multa e da suspensão da CNH, eles poderão cumprir pena de seis meses a três anos de prisão, de acordo com a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.

Cidades fiscalizadas

As 44 ODSIs de abril se deram em 41 municípios do estado: São Paulo, Botucatu, Itatiba, Novo Horizonte, Santa Fé do Sul, Praia Grande, Leme, Embu das Artes, Tatuí, Jacareí, Pereira Barreto, Valinhos, Pindamonhangaba, Penápolis, Monte Alto, Votuporanga, Itu, Oswaldo Cruz, Campinas, São Joaquim da Barra, Ourinhos, Guarujá, São Bernardo do Campo, Bragança Paulista, São José do Rio Preto, Piraju, Presidente Prudente, Limeira, São José do Rio Pardo, Itapevi, Piracicaba, Franca, Garça, José Bonifácio, Itanhaém, Avaré, Paraguaçu Paulista, Ribeirão Pires, São José dos Campos, Salto e Indaiatuba.

Além de agentes do Detran-SP, as operações contam com o apoio de equipes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica.

Siga a gente no Google News para ficar por dentro das últimas notícias!

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1879

Deixe um comentário