Morre Canisso, baixista do Raimundos

TAG Notícias

José Henrique Campos Pereira, o “Canisso”, era baixista e um dos fundadores da banda Raimundos

Canisso, baixista dos Raimundos, morreu nesta segunda-feira (13), aos 57 anos. O empresário da banda, Dennis Porto, confirmou a notícia.

+ Lutando contra um câncer, Preta Gil vai precisar de cirurgia e revela estado após quimioterapia

O músico, cujo nome verdadeiro é José Henrique Campos Pereira, desmaiou e foi levado a um hospital, segundo mensagem publicada em seu perfil no Facebook.

Com mais de 35 anos de carreira, a banda brasiliense lançou nove discos de estúdio e fez sucesso nos anos 90 com sucessos como “Eu Quero Ver o Oco“, “Mulher de Fases” e “A Mais Pedida”.

Conhecida por misturar ritmos populares brasileiros com o peso do punk e do hardcore, a banda também é conhecida e fez muito sucesso no Brasil por suas letras irreverentes.

O Raimundos tem duas fases principais: uma com o vocalista Rodolfo Abrantes (até 2001) e outra com o guitarrista Digão como vocalista (a partir de 2001).

+ De volta para casa: Rita Lee tem alta do hospital

Na década de 1980, o baixista dos Raimundos e um dos fundadores da banda, José Henrique Campos Pereira, o Canisso, estudou e excursionou em Brasília tocando o instrumento. Ele conheceu Digão em um festival de música organizado por sua escola em Brasília.

Mais tarde, o guitarrista apresentou um amigo que conhecia: Rudolph. Fãs dos Ramones, que começaram tocando as músicas da banda na garagem do Digão. “Eu tocava guitarra, mas isso me deixou com o baixo“, explicou Canisso.

Dessa forma, também no final dos anos 80, os Raimundos começaram a tocar em bares e festas da região de Brasília. Depois que Rodolfo o convenceu a ficar com Raimundos, Canisso continuou a tocar com a banda para chamar a atenção de sua futura esposa, Adriana Vilhena, com quem teve quatro filhos.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1988