Menino de 4 anos, morto no ataque a creche em Blumenau, tinha acabado de ser adotado

TAG Notícias

Enzo Marchesin Barbosa estava no parquinho da creche no momento do ataque

Uma das quatro vítimas do ataque a creche de Blumenau, Enzo de 4 anos, foi adotado há pouco mais de um ano e era filho de duas mães.

Além dele, outras três crianças morreram e mais cinco estudantes foram feridas. O crime aconteceu durante a manhã de quinta-feira, 5, no Centro Educacional Cantinho Bom Pastor, uma creche particular. O assassino foi preso.

Em nota, a creche relata a tragédia, “sofrendo terrivelmente e sentindo as dores que afeta cada criança, familiar e amigo“.

Nesta manhã do dia 6, a unidade de educação particular amanheceu com velas, ursos de pelúcia e mensagens de paz, além de pessoas da comunidade rezando em frente ao portão.

Creche onde houve ataque em Blumenau (Foto: Luíza Morfim)
Porta da creche onde houve ataque em Blumenau (Foto: Luíza Morfim)

+Novo ataque em escola acaba com 4 crianças mortas em Blumenau

Quem são as vítimas da tragédia

  • Enzo Marchesin Barbosa: 4 anos
  • Larissa Maia Toldo: 7 anos
  • Bernardo Cunha Machado: 5 anos
  • Bernardo Pabst da Cunha: 4 anos
Vítimas da tragédia de Blumenau (Foto: Reprodução)
Vítimas da tragédia de Blumenau (Foto: Reprodução)

Um dia após o ataque, a cidade está com escolas fechadas, eventos foram suspensos e clima é de tristeza pelas ruas.

 

+ Assassino de ataque em creche em Blumenau se entrega na delegacia

Entenda o caso

Conforme informações da Polícia, na manhã do dia 5, um indivíduo invadiu a creche Bom Pastor, localizada na Rua dos Caçadores, no bairro Velha, munido de uma machadinha, atacou crianças e, posteriormente, se entregou no Batalhão da PM.

 

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1011