O que é K9, a nova droga sintética que transforma os jovens em zumbis

TAG Notícias

Há alguns anos, a falta de segurança tem sido um problema no centro de São Paulo, deixando comerciantes e frequentadores do local preocupados.

Um dos exemplos dessa situação é a Praça da Sé, que tem sido afetada por furtos e pelo consumo de drogas. Recentemente, uma nova droga surgiu na região: a K9.

+ Torcedor do Fluminense morto a tiros por policial era cinegrafista

A K9 é definida pelo Internacional Police Association como uma maconha sintética que é uma mistura de produtos químicos industriais com moléculas sintéticas de THC pulverizados sobre qualquer erva seca.

Ela vem disfarçada de incenso e ervas aromatizadoras, mas não possui aroma nem aparência da maconha natural. Também é conhecida como K2, K4, High Legal, Black Mamba, Cannabis Blends e Spice.

O consumo da K9 pode afetar o cérebro de forma diferente da maconha natural e pode ter um efeito cem vezes mais potente, segundo o Instituto Nacional de Abuso de Drogas, nos EUA. Os usuários podem apresentar ansiedade, agitação, náuseas, vômitos, hipertensão arterial, convulsões, alucinações, pânico, incapacidade de comunicação e paranoia, além de agir com violência. Isso é conhecido como “efeito zumbi”.

Nas redes sociais, é possível encontrar vídeos mostrando o estado precário em que os usuários dessa droga ficam após o consumo. A K9 está sendo vendida por traficantes no centro da maior cidade do país por R$ 5.

A droga é tão perigosa que o Primeiro Comando da Capital (PCC) liberou um comunicado permitindo a venda da droga em pontos controlados pela facção, mas proibindo o consumo no local. Algum tempo antes, a facção havia proibido completamente a venda da droga pelos traficantes.

Resumo da Notícia

  • A Praça da Sé, no centro de São Paulo, é alvo de furtos e uso de drogas há muito anos.
  • Uma nova droga sintética chamada K9/K2/K4/High Legal/Black Mamba/Cannabis Blends/Spice está sendo vendida por traficantes na região.
  • A K9 é uma mistura de produtos químicos industriais com moléculas sintéticas de THC pulverizados sobre qualquer erva seca.
  • A droga é vendida disfarçada de incenso e ervas aromatizadoras.
  • A K9 é cem vezes mais potente que a maconha natural e pode causar efeitos como ansiedade, agitação, náuseas, alucinações, pânico e paranoia.
  • A droga pode levar os usuários a agir com violência e apresentar um “efeito zumbi”.
  • O PCC liberou a venda da droga em pontos controlados pela facção, mas proibiu o consumo no local.
Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 2097