Governador do Rio de Janeiro vira alvo de pedido de cassação e pode perder mandato

O governador do Rio de Janeiro pode perder o seu mandato, após virar algo de uma grande investigação
TAG Notícias

Reeleito no Rio de Janeiro, o governador Cláudio Castro foi denunciado pelo MP por usar a máquina pública na campanha ao governo estadual

O Ministério Público Eleitoral do Rio de Janeiro denunciou, nesta quarta-feira (14/12), o governador Cláudio Castro e onze aliados por abuso de poder político e econômico em sua campanha pelo governo do estado. Reeleito, o governador é suspeito de compra de apoio político e uso da máquina pública para fins eleitorais.

+ Helicóptero cai com cinco pessoas no Rio de Janeiro

Castro e seus principais aliados, segundo a denúncia, usaram cargos fantasmas na Fundação Ceperj em troca de votos. As investigações apontam que 27 mil cargos fantasmas foram criados, sem transparência alguma, para alocar apadrinhados de aliados do governador.

O pagamento dessa mão de obra ocorria, em sua maioria, por meio de saques de dinheiro em espécie, na “boca do caixa”, que nos primeiros meses deste ano totalizaram quase R$ 226,5 milhões.

Além disso, o MP Eleitoral suspeita que esses funcionários fantasmas devolviam uma parte de seus salários para financiar a campanha do governador eleito e de seus principais aliados, como o secretário de Governo, Rodrigo Bacellar e outras dez pessoas.

+ Bolsonaro trama operação ‘vingança’ contra Lula e canetada final deve atrapalhar presidente eleito

O caso, agora, será encaminhado para o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Se o TRE-RJ aceitar a denúncia e condenar a chapa de Castro, o governador pode ter seu mandato cassado, assim como seus aliados.

Na última semana, a Procuradoria-Geral da República pediu ao Superior Tribunal de Justiça para abrir um inquérito contra Castro por suspeitas de desvios de contratos da Fundação Leão XIII, que era subordinada à vice-governadoria na época em que Castro era vice de Wilson Witzel.

A PGR pediu ao Superior Tribunal de Justiça a abertura de um inquérito, baseado em uma delação contra Castro, de que o governador recebeu propina de empresários.

 

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1688