Logo
Virou notícia, virou Tag!

Criador do ChatGPT diz que: “Os empregos definitivamente vão acabar”

CEO da OpenAI e criador do ChatGPT, Sam Altman diz que muitos empregos vão acabar

Facebook
Twitter
LinkedIn
Sam Altman, CEO da OpenAI
Sam Altman, CEO da OpenAI (Foto: Reprodução / Tag Notícias)

A tecnologia de inteligência artificial generativa, como o ChatGPT desenvolvido pela OpenAI, tem o potencial de impulsionar significativamente a produtividade dos trabalhadores em diversos setores nos próximos anos. No entanto, ao mesmo tempo em que traz benefícios, também levanta preocupações sobre o desemprego e as consequências dessa rápida evolução tecnológica.

O CEO da OpenAI, Sam Altman, acredita que a inteligência artificial pode proporcionar um “salto mais alto” na qualidade de vida das pessoas, mas também alerta para a importância de reconhecer os riscos associados ao avanço desse tipo de tecnologia. Ele afirma que seria imprudente ignorar os possíveis problemas de desinformação e choques econômicos que a IA poderia trazer.

Leia também: Confeiteira se recusa a fazer bolo de graça para famosos: ‘Exposição não paga contas’

Altman destaca que muitos entusiastas da IA tendem a enfatizar apenas os aspectos positivos, como o potencial de complementar as habilidades humanas e aumentar a produtividade. No entanto, ele ressalta que, inevitavelmente, alguns empregos serão eliminados com o avanço da tecnologia, e é crucial enfrentar essa realidade.

Sam Altman, CEO da OpenAI
Sam Altman, CEO da OpenAI criado do ChatGPT (Foto: Reprodução / Tag Notícias)

Enquanto alguns especialistas ainda são otimistas e acreditam que a IA não levará ao desemprego generalizado, outros apontam que, mesmo que a maioria dos empregos não seja totalmente substituída, certas funções podem ser deixadas de lado ou sofrer mudanças significativas.

Empregos acabarão

Estimativas apontam que milhões de empregos em todo o mundo podem ser interrompidos, mesmo que não sejam completamente substituídos, devido à automação.

Leia também: Pela primeira vez na história, Uber registra lucro milionário na operação

É importante reconhecer que, embora a adoção generalizada da IA possa criar novas oportunidades de emprego, a transição para essas novas funções pode ser desafiadora para os trabalhadores deslocados. Exemplos históricos de automação mostram que algumas pessoas tiveram dificuldades para se adaptar e encontrar novas ocupações à medida que seus trabalhos foram substituídos por máquinas.

Sam Altman, CEO da OpenAI criado do ChatGPT (Foto: Reprodução / Tag Notícias)
Sam Altman, CEO da OpenAI criado do ChatGPT (Foto: Reprodução / Tag Notícias)

A questão crucial é garantir que os trabalhadores afetados pela automação tenham acesso a programas de capacitação e requalificação, para que possam desenvolver novas habilidades e se ajustar às demandas do mercado de trabalho em constante evolução.

As empresas e os governos desempenham um papel importante em fornecer suporte e oportunidades de crescimento profissional para garantir uma transição mais suave para os trabalhadores afetados pela revolução da IA.

Em suma, a inteligência artificial tem o potencial de trazer benefícios significativos para a sociedade, mas é necessário enfrentar os desafios relacionados ao emprego e garantir que a tecnologia seja usada de forma ética e inclusiva, buscando o bem-estar geral da população.

Daniel Vicente
Daniel Vicente
Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!