Buscas por fugitivos de Mossoró custaram mais de R$ 6 milhões

TAG Notícias

As buscas pelos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró custaram aos cofres do governo federal mais de R$6 milhões, revelou o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Segundo informações divulgadas pela pasta, esse valor engloba despesas com passagens, diárias, combustíveis, manutenção e operações aéreas realizadas pelas forças de segurança que participaram da operação.

Leia também: Terremoto atinge a cidade de Nova York nos Estados Unidos

Os gastos foram distribuídos entre as instituições da seguinte forma:

  • Polícia Rodoviária Federal (PRF): R$ 3.322.974,83
  • Força Nacional: R$ 1.481.124.11
  • Polícia Federal (PF): R$ 665.052,24
  • Força Penal Nacional: R$ 625.738,42

Em 14 de fevereiro, Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça protagonizaram uma fuga inédita na Penitenciária de Mossoró, uma unidade de segurança máxima. Após uma operação intensa que se estendeu por 51 dias, ambos foram recapturados na cidade de Marabá, no Pará, em uma ação conjunta da PRF com a PF, ocorrida por volta das 13h desta quinta-feira (4).

Na sequência, os detidos foram transferidos de volta para Mossoró, onde passarão por uma triagem antes de serem realocados na ala de onde fugiram.

Fique por dentro das últimas notícias. Siga a gente no Google News.

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1924

Deixe um comentário