Deputados pedem que o STF entre com investigação contra empresários que financiam atos golpistas

Deputados em Brasília abriram um processo para que STF investigue os empresários responsáveis por financiar atos golpistas
TAG Notícias

Deputados também pede que o sigilo telefônico e bancário seja quebrado

Segundo o porta Metrópoles, deputados do PSol pediram que o Supremo Tribunal Federal investigue os empresários que foram apontados pelo Ministério Público Federal como os reais financiadores dos atos golpistas que começaram a acontecer após a derrota de Jair Bolsonaro.

O pedido foi formalizado na última segunda-feira (14) e pede a investigação no âmbito do inquérito das fake news.

+ Barroso diz que quem não aceita o resultado das urnas age com selvageria: “Terminou, o resto é intolerância”

No documento enviado, os deputados baseiam o pedido em casos que já foram confirmados e revelados pela imprensa, e cita nomes dos empresários envolvidos na questão que paralisou estradas e pediram intervenção militar.

Cassia Kis em ato golspita

A quebra do sigilo bancário e telefônico também foi pedido para fins de investigação.

“Todos esses fatos trazidos à baila da presente petição deixam claro que há em curso um amplo e sistemático modelo de financiamento de atos golpistas, somado à profusão de fake news, que tem graves consequências para a democracia brasileira. É fundamental que os poderes constituídos tomem as providências cabíveis para punir os responsáveis pelos atentados contra o Estado Democrático de direito”, diz o documento.

Assinaram o pedido os deputados Ivan Valente, Sâmia Bomfim, Fernanda Melchionna, Glauber Braga, Talíria Petrone, Viviane da Costa Reis e Luiza Erundina.

 

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1572