Reino Unido e Brasil assinam primeiro acordo de serviços de aviação dos últimos 77 anos

marco histórico

Em um marco histórico para as relações entre Reino Unido e Brasil, um novo Acordo de Serviços de Aviação foi formalmente assinado nesta quarta-feira (10), pela Embaixadora britânica no Brasil, Stephanie Al-Qaq. O acordo pioneiro substituirá o anterior, datado de outubro de 1946, e afirma o compromisso mútuo dos países em promover segurança e eficiência no setor da aviação, desenvolvendo ainda mais o comércio e o turismo entre os países:

Leia também: A volta do DPVAT: Câmara aprova recriação do seguro obrigatório

“Estou muito feliz em assinar hoje o primeiro Acordo de Serviços Aéreos Reino Unido-Brasil desde 1946. A conectividade aérea é importante tanto para o Brasil quanto para o Reino Unido. E este acordo expande os direitos das companhias aéreas de voar entre nossos dois países. Também ajuda a garantir que os voos sejam mais seguros e sustentáveis. Espero ver mais brasileiros no Reino Unido – e britânicos no Brasil – como resultado”, afirmou a Embaixadora Al-Qaq.

De acordo com o VisitBritain, órgão oficial do Governo Britânico encarregado da promoção da Grã-Bretanha como destino turístico ao redor do mundo, a previsão para 2024 é de um crescimento geral de 5% em relação ao ano anterior, apontando para a contínua recuperação do turismo pós-pandemia no país. Priscila Moraes, Diretora do VisitBritain no Brasil, adiciona:

“A procura dos brasileiros pelo Reino Unido como destino de viagem tem crescido em ritmo acelerado. Durante o ano de 2023, a cada trimestre observamos os brasileiros quebrando recordes históricos em número de visitas e volume de gastos – no primeiro trimestre, por exemplo, foram 93 mil brasileiros em solo britânico com um gasto de 670 milhões de reais – o maior registro para o período, dobrando os números do ano anterior.”

Além de facilitar o comércio e o turismo, o acordo também oferece direitos adicionais de tráfego para serviços de carga. Esses direitos permitirão que companhias aéreas de carga britânicas e brasileiras operem de e para países terceiros.

Com o novo acordo em vigor e pautas alinhadas, o Reino Unido e o Brasil estão preparados para impulsionar ainda mais a cooperação em diversas áreas da aviação, promovendo o desenvolvimento econômico e a conectividade entre os dois países.

Siga a gente no Google News!

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1896

Deixe um comentário