Raul Gazolla revela que atriz de Travessia sofreu assédio sexual durante as gravações

TAG Notícias

Raul Gazolla aconselhou atriz a levar o relato de assédio sexual à direção

O ator Raul Gazolla, que interpreta o personal trainer Vandami na novela Travessia da Rede Globo, fez uma declaração afirmando que uma atriz da mesma produção lhe confidenciou ter sido vítima de assédio sexual.

Gazolla divulgou que a atriz, cuja identidade ele preferiu manter em sigilo, resolveu compartilhar o ocorrido com ele em virtude do assassinato da atriz Daniella Perez, com quem Gazolla era casado à época do crime.

+ Raul Gazolla fala sobre morte de Guilherme de Pádua: “Senti alegria e raiva”

O que você precisa saber:

  • Raul Gazolla afirmou que uma atriz de Travessia lhe confidenciou ter sido vítima de assédio sexual na produção da novela;
  • A atriz não teve sua identidade divulgada;
  • Gazolla compartilhou o relato durante sua participação no podcast Jerusa Defende;
  • Ele não pôde fornecer mais informações, devido à confidencialidade solicitada pela atriz;
  • Gazolla aconselhou a atriz a levar o caso à direção da novela;
  • A Globo informou não ter conhecimento do caso.

 

“Se você está no seu trabalho e for assediada, se alguém começar a te incomodar, se alguém começar a te seguir, alerte alguém, tome providências. (…) Na novela em que eu estou agora, uma colega de trabalho chegou para mim e falou assim: ‘Raul, aconteceu isso comigo’. Eu falei assim: ‘E você contou para alguém?’ e ela falou: ‘Não, estou contando para você porque eu sei que a Dani passou por isso e eu estou com medo’”, afirmou o ator.

O ator compartilhou o relato durante sua participação no podcast Jerusa Defende. Ao ser questionado, Gazolla disse que não poderia fornecer mais informações, devido à confidencialidade solicitada pela atriz. Ele ainda esclareceu que a vítima não havia reportado o incidente à Globo até a semana passada. Gazolla aconselhou a atriz a levar o caso à direção da novela.

“Então eu falei: ‘Olha só, você vá na direção da novela e conte’. ‘Não, mas é porque não aconteceu nada…’. ‘Não aconteceu, mas também não tinha acontecido com a Dani’. Exatamente. ‘Então vá na direção e conte’. É isso aí, abra a boca. Tem que falar. Não pode a gente: ‘Ah, mas ele não vai fazer nada’. Não, não vai fazer nada até fazer. Ninguém faz nada até fazer. Exatamente. Acho que é o alerta que fica. O silêncio mata”, lembrou.

A TV Globo informou não ter conhecimento do caso.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1015