Quatro montanhas gigantescas são descobertas no fundo do mar ao lado do Brasil

Durante uma emocionante viagem exploratória de navio entre Golfito, na Costa Rica, e Valparaíso, no Chile, cientistas do renomado Instituto Oceanográfico Schmidt fizeram uma descoberta extraordinária: quatro montanhas gigantescas ocultas nas profundezas do oceano. Essas formações submarinas impressionantes, com alturas variando entre 1.591 e 2.681 metros, foram reveladas durante uma pesquisa sobre anomalias gravitacionais na região.

Leia também: Atores de ‘Friends’ voltam a gravar juntos para especial do Super Bowl 2024

Biodiversidade no Fundo do Mar

“Tivemos a sorte de poder planejar uma rota de mapeamento oportuna usando essas anomalias gravitacionais em dados de altimetria de satélite”, compartilhou entusiasmado John Fulmer, um dos pesquisadores líderes da expedição. “Examinar anomalias gravitacionais é uma forma elegante de dizer que procuramos saliências num mapa e, quando o fizemos, localizamos estes montes submarinos muito grandes enquanto cumprimos o calendário da nossa primeira expedição científica ao Chile, no início deste ano”, explicou Fulmer.

A montanha submarina de maior destaque abrange uma área impressionante de 450 quilômetros quadrados, situando-se a 1.150 metros abaixo da superfície do oceano. Segundo os especialistas, essas montanhas subaquáticas frequentemente servem como habitats de uma rica biodiversidade marinha.

Recifes de coral, esponjas e anêmonas de águas profundas são apenas alguns dos organismos encontrados nesses ambientes singulares, que proporcionam alimento, abrigo e superfícies rochosas para uma variedade de vida marinha ao longo de suas encostas.

Avanços Científicos e Descobertas

Desde 2012, os cientistas do Instituto Oceanográfico Schmidt têm desbravado as profundezas do oceano, mapeando cerca de 1,5 milhões de quilômetros quadrados e descobrindo um total de 29 montes submarinos, colinas e trincheiras.

No ano passado, uma expedição memorável revelou uma montanha subaquática gigantesca medindo impressionantes 1.600 metros. Esta descoberta notável ocorreu em águas internacionais do Oceano Pacífico, a cerca de 2.400 metros abaixo do nível do mar, destacando o vasto potencial ainda inexplorado de nosso planeta.

Não perca as últimas novidades científicas e descobertas fascinantes! Siga a gente no Google News para se manter atualizado com os avanços mais recentes na exploração marinha e muito mais.

Siga a gente no Google News

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1489

Deixe um comentário