Tragédia: Prédio desaba em Olinda, homem e adolescente morrem, e bombeiros buscam 4 desaparecidos

TAG Notícias

O prédio com 16 apartamentos já havia sido desocupado em 200, mas voltou a ser habitado sem autorização

Na madrugada desta quinta-feira, um prédio situado em Olinda, no Grande Recife, teve uma parte de sua estrutura desabada, seguido de um incêndio, que resultou na morte de um adolescente de 13 anos e um homem de 32 anos. Testemunhas relataram ter ouvido um forte estrondo antes do ocorrido.

Os bombeiros estão trabalhando incessantemente para resgatar as quatro mulheres ainda presas nos escombros na manhã desta sexta-feira. Cinco pessoas foram levadas a hospitais próximos com ferimentos.

+ Luto: Cantora sertaneja Naiara é encontrada morta em casa e vídeo se despedindo é exposto

Até o momento, a causa do desabamento e do incêndio ainda não foi informada pelos bombeiros. A Defesa Civil informou que o prédio já havia sido desocupado por irregularidades em 2000, mas voltou a ser habitado sem autorização.

O bairro de Jardim Atlântico, onde ocorreu o incidente, tem um histórico de prédios ocupados irregularmente.

Desabamento em Olinda deixa ao menos dois mortos
Desabamento em Olinda deixa ao menos dois mortos

O prédio tinha 16 apartamentos distribuídos em térreo e três andares, sendo que metade dos imóveis desabou. A TV Globo apurou que 16 pessoas estavam no edifício no momento do desabamento. Até o momento, a identidade das vítimas ainda não foi divulgada.

As vítimas:

Ebenezer, de 53 anos, foi resgatado vivo dos escombros depois de oito horas de trabalho dos bombeiros e levado para o Hospital da Restauração. Embora precise passar por um procedimento cirúrgico, o estado de saúde dele é considerado estável.

Um homem de 45 anos também foi resgatado e levado para a Unidade de Trauma do Hospital da Restauração, onde passou por uma cirurgia na manhã desta sexta-feira. Ele sofreu uma fratura na mão e seu quadro de saúde é estável.

Duas mulheres de 25 anos foram encaminhadas para a UPA da PE-15, em Olinda, chegando à meia-noite e tendo alta às 2h. Uma mulher de 30 anos foi levada para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, na Região Metropolitana. De acordo com a unidade de saúde, ela segue em observação, com quadro estável.

Três cachorros também foram resgatados vivos dos escombros pelos bombeiros. Este incidente serve como um lembrete da importância da segurança e fiscalização adequadas na construção e ocupação de edifícios, visando evitar tragédias como essa.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1620