Preço da gasolina aumenta em 24 dias de governo Lula e brasileiro vai sentir no bolso

TAG Notícias

Política de preço alinhada ao exterior é alvo de críticas do governo à empresa

A Petrobras anunciou nesta terça-feira que vai aumentar o preço médio de venda da gasolina nas refinarias para todas as distribuidores de R$ 3,08 para R$ 3,31 por litro já nesta quarta-feira 25. O primeiro reajuste de 2023 vem junto com o primeiro aumento nos preços no novo governo Lula.

+ Rivotril, Nutella e motociata: Os gastos do cartão corporativo de Bolsonaro que ultrapassam os R$ 27 milhões

O aumento de R$ 0,23 por litro em média corresponde a uma alta de 7,47% na cotação da gasolina.

Segundo a estatal, considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor série, em média, de R$ 2,42 por lito vendido na bomba.

“Esse aumento acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações e da taxa de câmbio”, disse a Petrobras.

O último reajuste da gasolina foi realizado em dezembro, com redução de 6,1%. No patamar anterior, a gasolina brasileira estava sendo negociada abaixo dos preços do mercado internacional.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1707