Logo
Virou notícia, virou Tag!

Policial mata cachorro de influenciadora com 3 tiros e acaba preso

Policial militar aposentado é preso após disparar fatalmente contra cão Golden Retriever em Guarapari.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Cachorro de influenciadora é assassinado por policial (Foto: Reprodução)
Cachorro de influenciadora é assassinado por policial (Foto: Reprodução)

No último sábado (9), um policial militar aposentado de Minas Gerais foi detido após disparar um tiro fatal que tirou a vida de um Golden Retriever chamado Churros, enquanto o animal passeava com sua tutora e filhos pelas ruas da cidade litorânea de Guarapari.

Churros, um amigável cão de três anos, estava desfrutando de um passeio tranquilo nas proximidades de sua casa, acompanhado de sua tutora e das crianças, quando um incidente chocante abalou a comunidade.

Leia também: Bruno de Luca se pronuncia após possível abandono de Kayky Brito: “Prestou declarações”

Segundo o relato de Iuly Lima, influenciadora digital e irmã da tutora de Churros, o policial militar reagiu de forma abrupta ao latido do cão, desencadeando uma tragédia que todos presentes testemunharam.

“Ele [o policial militar] se assustou com o latido do Churros e disparou, mesmo com a minha irmã, meu cunhado, a Melina, a Pietra, o Luca, todo mundo vendo toda a cena”, relatou a influenciadora.

Apesar de seu tamanho impressionante, Churros era conhecido por seu temperamento dócil, e não apresentava histórico de agressividade. Ele estava solto, sem coleira, devido à sua obediência e tendência a não representar ameaça para ninguém, como enfatizou Iuly.

O tiro disparado pelo policial atingiu o intestino de Churros, levando-o a passar por uma cirurgia de emergência. Infelizmente, o cão não resistiu aos ferimentos e faleceu, deixando a comunidade local abalada e indignada com a tragédia.

Nas redes sociais, uma campanha por justiça em nome de Churros ganhou força, com apelos emocionados por responsabilização.

O que polícia diz

Em resposta ao ocorrido, a Polícia Civil do Espírito Santo anunciou a prisão em flagrante do policial militar aposentado de 52 anos, que foi autuado por maus tratos e encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari.

A tutora de Churros também não saiu incólume dessa tragédia e assinou um Termo Circunstanciado (TC) por “não guardar com a devida cautela animal perigoso”, comprometendo-se a comparecer em juízo. Ela foi liberada após assumir esse compromisso.

Leia também: Irmã de brasileiro que fugiu de prisão é detida nos Estados Unidos e deve ser deportada

A morte de Churros ressalta a importância de garantir a segurança e o respeito aos animais em nossas comunidades, bem como de responsabilizar aqueles que cometem atos de crueldade contra eles. A comunidade de Guarapari espera que a justiça seja feita em nome de Churros e que este trágico incidente sirva como um lembrete de que todos os animais merecem ser tratados com dignidade e cuidado.

Daniel Vicente
Daniel Vicente
Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!