Papa Francisco pede desculpas após dizer no Vaticano que já existe ‘bichice demais’ em seminários

Fala polêmica

O Papa Francisco pediu desculpas nesta terça-feira (28) pela linguagem utilizada durante uma reunião com bispos na semana passada. Na ocasião, ele mencionou que “já existe bichice demais” em seminários, uma expressão que gerou grande repercussão.

Leia também: Corpus Christi não é feriado nacional; saiba quais as cidades que vão parar

De acordo com a imprensa italiana, o pontífice fez essa declaração ao solicitar que os bispos italianos não aceitem padres abertamente gays.

Nesta terça-feira, o Papa Francisco esclareceu que não tinha a intenção de usar uma linguagem homofóbica e pediu desculpas a todos que se sentiram ofendidos. Em comunicado, o Vaticano reafirmou que o papa já expressou “diversas vezes que a Igreja Católica está aberta a todos”.

Conforme relatado pelos jornais “La Repubblica” e “Corriere della Sera”, durante a reunião a portas fechadas com mais de 200 bispos italianos, o papa utilizou a palavra “frociaggine”. Este termo vulgar italiano pode ser aproximadamente traduzido como “viadagem” ou “bichice”, sendo altamente depreciativo em relação à comunidade LGBTQIA+. Seu uso surpreendeu os presentes, de acordo com a agência de notícias italiana Ansa.

Siga a gente no Google News

Para mais notícias e atualizações sobre o Papa Francisco e outros assuntos importantes, siga a gente no Google News.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1688

Deixe um comentário