Logo
Virou notícia, virou Tag!

Paciente com câncer em SP é primeiro a fazer autotransplante de pulmão

Procedimento inovador é realizado em paciente de Ribeirão Preto, interior de São Paulo

Facebook
Twitter
LinkedIn
Segundo informações divulgadas pelo Hospital São Luiz o procedimento foi o primeiro do tipo no país (foto: divulgação Hospital São Luiz - Tag Notícias)
Segundo informações divulgadas pelo Hospital São Luiz, o procedimento foi o primeiro do tipo no país (foto: divulgação Hospital São Luiz - Tag Notícias)

Um marco na medicina brasileira foi atingido com a realização bem-sucedida do primeiro autotransplante de pulmão no país. O procedimento aconteceu em um paciente da cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, que enfrentava um quadro de câncer com metástase.

O autotransplante foi conduzido no Hospital São Luiz Itaim, unidade da rede D’Or na capital paulista. A cirurgia, que ocorreu no primeiro semestre, teve a duração de 10 horas e é considerada altamente complexa.

Embora outros dois pacientes já tenham passado por autotransplantes no Brasil, o caso do paciente de Ribeirão Preto é pioneiro no tratamento de câncer metastático. O câncer inicial tinha se desenvolvido na perna do paciente e, com a evolução da doença, atingiu o pulmão.

Leia também: INSS dispensa perícia médica para auxílio-doença; entenda

O autotransplante difere do transplante tradicional, pois consiste em retirar o órgão do próprio paciente e, em seguida, reinseri-lo em seu corpo, em vez de utilizar um órgão de um doador terceiro.

No caso do paciente em São Paulo, o Hospital São Luiz informou que o pulmão, após ser retirado, passou por uma remoção do tumor pela equipe médica antes de ser reimplantado. Essa abordagem foi adotada devido ao câncer metastático, no qual o tumor se espalha para outros órgãos.

A decisão pelo autotransplante foi tomada quando as opções de tratamentos convencionais não surtiram mais efeito para o quadro do paciente, conforme relatado pelo cirurgião torácico Marcos Samano.

O procedimento foi considerado um sucesso pela equipe médica, e o paciente recebeu alta hospitalar em menos de duas semanas.

“Apesar de o paciente ser jovem e atleta, o que facilita muito o nosso trabalho, sua capacidade de recuperação e desejo de voltar a trabalhar surpreenderam toda a equipe”, afirmou Samano ao G1 Ribeirão Preto. O paciente inicialmente apresentava um tumor na perna, que ao longo do tempo evoluiu para um quadro de metástase, afetando o pulmão.

A cirurgia de autotransplante de pulmão é uma alternativa altamente complexa e é escolhida quando o tumor não pode ser removido sem retirar o órgão ou quando não há resposta a outras opções de tratamento.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira
Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.