Lula pede votos para Boulos em ato e adversários reagem: “propaganda antecipada”

Eleições SP 2024

Durante as celebrações do 1º de Maio em São Paulo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) causou rebuliço na cena política ao pedir votos para o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), seu apoiado na disputa pela prefeitura paulistana. As declarações de Lula geraram reações imediatas de outras pré-candidaturas, marcando o início de uma corrida eleitoral acalorada na maior cidade do Brasil.

Em um ato marcado por discursos inflamados, Lula destacou a importância de apoiar Boulos, descrevendo-o como um candidato enfrentando múltiplos adversários. “Ninguém derrotará esse moço aqui se vocês votarem no Boulos para prefeito de São Paulo nas próximas eleições”, afirmou Lula, dirigindo-se à multidão presente no evento.

Leia também: Ayrton Senna ganha homenagem em esfera gigante de Las Vegas

A reação não tardou a chegar. O prefeito Ricardo Nunes (MDB), pré-candidato à reeleição, expressou surpresa com as declarações de Lula, ausente no evento. Em comunicado, o MDB anunciou medidas legais contra Lula e Boulos, alegando propaganda eleitoral antecipada.

Outro pré-candidato, o deputado federal Kim Kataguiri (União), anunciou que entrará com processo por propaganda eleitoral antecipada. Marina Helena, pré-candidata pelo Novo, planeja tomar medidas legais similares, denunciando abuso de poder político.

Enquanto a equipe de Boulos critica as alegações do MDB como uma tentativa de desviar a atenção de outras questões, especialistas em direito eleitoral veem a fala de Lula como uma infração clara. Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também comentaram sobre o caso, comparando-o a um episódio anterior envolvendo o presidente.

Apesar das controvérsias, o ministro da Secretaria de Comunicação do Planalto, Paulo Pimenta, defendeu Lula, argumentando que suas declarações não configuraram crime eleitoral. Por outro lado, especialistas e membros do TSE divergem, sinalizando um debate prolongado sobre os limites da campanha eleitoral.

Veja as notas:

  • NOTA MDB SÃO PAULO

Segundo o advogado do Diretório Municipal do MDB de São Paulo, Ricardo Vita Porto, o partido, num primeiro momento, vai promover as medidas jurídicas cabíveis, buscando a aplicação de multa ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e ao pré-candidato a prefeito de São Paulo pelo PSOL, Guilherme Boulos, por propaganda eleitoral antecipada, uma vez que houve pedido expresso de votos, durante o ato de 1º de Maio, na capital.

Paralelamente, se pedirá ao Ministério Público (MP) a abertura de inquérito para a apuração dos valores gastos com o evento, incluindo os públicos, além do uso da estrutura sindical com o objetivo de se promover candidatura.

Verificada a ocorrência de abuso do poder econômico e de autoridade, deverá ser ajuizada investigação judicial eleitoral, que poderá resultar na decretação de inelegibilidade a Lula e a cassação da candidatura de Boulos, na qualidade de beneficiário consentido da conduta vedada. Diretório Municipal do MDB de São Paulo

Receba nossas notícias em tempo real no whatsapp

  • NOTA DE ENRICO MISASI | MDB DE SÃO PAULO

“A postura do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é uma afronta à legislação eleitoral vigente. Face a isso, o Diretório Municipal do MDB de São Paulo tomará as medidas jurídicas cabíveis. Eleição não é guerra e a população paulistana não pode ser a vítima. O povo de São Paulo merece uma eleição justa, com debates propositivos sobre a cidade e pré-candidatos que não se coloquem acima da lei. A ousadia de Lula num ato esvaziado e com público controlado é mais um alerta aos paulistanos: não podemos deixar que São Paulo sirva de trampolim para o projeto de poder que a extrema esquerda tem para o Brasil.” Enrico Misasi, Presidente do Diretório Municipal do MDB de São Paulo

Siga a gente no Google News para acompanhar mais atualizações sobre a corrida eleitoral em São Paulo!

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1879

Deixe um comentário