Larissa Manoela abre mão de R$ 18 milhões para poder agora cuidar do seu próprio dinheiro

TAG Notícias

Com 22 anos de idade e uma carreira de 18 anos, Larissa Manoela está optando por abdicar de todos os seus bens acumulados devido a um conflito com seus pais.

Pela primeira vez, a atriz e cantora está abrindo o jogo sobre o rompimento com seus pais, que até então haviam dirigido todos os aspectos de sua carreira. Em uma entrevista ao programa Fantástico, Larissa revelou sua disposição para um novo começo.

A partir do momento em que eu fiz 18 anos e que eu entendi que era o mínimo saber um pouco do meu negócio, do que eu estava provendo durante todos esses anos”, relatou Larissa.

As desavenças entre Larissa Manoela e seus pais, Silvana e Gilberto, não são um acontecimento recente. A atriz expressa sua sensação de ser compelida a explicar detalhes íntimos de sua vida: “Estava se tornando insuportável para mim lidar com tantas falsidades, manipulações e distorções de histórias.”

Desde uma idade precoce, Larissa ingressou no mundo do entretenimento como modelo, acumulando renda considerável.

Mesmo após atingir a maioridade legal, ela admite desconhecimento sobre sua situação financeira e patrimonial, levando-a a questionar a administração de seus pais. No último ano, ela intensificou sua busca por esclarecimentos.

Leia também: Denilson anuncia acordo com Belo por dívida de 20 anos: “Encerrado esse assunto”

Larissa compartilhou com o Fantástico uma troca de mensagens ocorrida em outubro de 2022, logo após concluir seu papel principal na novela “Além da Ilusão”.

Nesse diálogo, a atriz requisitou R$ 10 para adquirir um milho na praia. “Pai, você poderia fazer uma transferência para minha conta? Preciso pagar por um milho, um sorvete e um mate aqui na praia, por favor?”

A resposta de Silvana informou que a conta de sua filha estava sem saldo e recomendou realizar a transação via Pix, direto ao vendedor.

A atriz também relatou que recebia um valor mensal de mesada, mas destacou a complexidade da situação: “Qualquer transação, seja relacionada a passagens aéreas ou gastos mais supérfluos, dependia da minha obtenção de autorização.”

Larissa Manoela tomou a iniciativa de consultar um escritório de advocacia e requisitou ao contador os documentos legais das três empresas das quais possuía participação.

A primeira delas, batizada de Dalari, foi estabelecida por seus pais quando a artista tinha apenas 13 anos, em outubro de 2014. Sua finalidade era gerenciar a carreira da jovem, abrangendo todos os acordos contratuais e os respectivos pagamentos.

Essa empresa, além disso, acumulou a grande parte do patrimônio que Larissa adquiriu ao longo de sua trajetória profissional.

Uma gravação feita por Larissa no final do ano anterior revela uma discrepância. Seus pais afirmaram que cada um possuía cotas iguais, correspondentes a 33%, na empresa. Porém, a realidade era diferente – Larissa descobriu que sua participação na cota era de apenas 2%, enquanto seus pais detinham os restantes 98%.

A segunda empresa foi estabelecida em junho de 2020, quando Larissa atingiu 19 anos. Nesse caso, a empresa estava unicamente sob posse da própria Larissa. No entanto, uma cláusula estipulava que seus pais detinham plenos poderes para tomar decisões sem necessidade de prévia autorização por parte da filha.

A terceira empresa, uma holding dividida em partes iguais, foi criada em maio do ano anterior com o intuito de consolidar todo o patrimônio originalmente presente na primeira empresa. Surpreendentemente, segundo Larissa, essa consolidação jamais se concretizou.

Larissa esclareceu que os conflitos não tinham relação com seu noivo, o também ator André Luiz Frambach. “Ele é minha escolha hoje. Meu parceiro de vida, meu noivo. Nós desejamos construir um futuro juntos. No entanto, toda essa situação ocorreu antes de ele entrar na minha vida”, ressaltou ela.

Decisão de entregar para os pais o seu patrimônio

“A minha decisão de abrir mão de todo o meu negócio é porque eu tenho a plena certeza de que o meu caminho, ele vai me trazer grandes conquistas. Eu tenho só 22 anos. Eu tenho a plena consciência de que essa minha escolha é pra dar o conforto necessário para os meus pais”

Larissa revela que tomou a determinação de renunciar a um patrimônio avaliado em cerca de R$ 18 milhões, decidindo assim deixar todos esses ativos sob a guarda de seus pais. Até o presente momento, seus pais ainda não formalizaram a dissolução dos acordos de parceria nas duas empresas. A atriz teve de enviar uma notificação extrajudicial para chamar a atenção deles para essa questão.

De acordo com a defesa de Gilberto e Silvana Elias dos Santos, os pais da atriz, as afirmações feitas por Larissa Manoela não correspondem à verdade.

Alegam que Larissa estava ciente do seu percentual na empresa Dalari, uma vez que ela assinou uma alteração contratual em janeiro de 2020 que explicitamente definia a sua participação de 2%.

O advogado também contesta a declaração de que Larissa não tinha acesso a dinheiro cotidiano, alegando que ela sempre dispôs e utilizou os seus cartões de crédito para adquirir o que desejava.

A defesa sustenta que é Larissa quem evita o diálogo com a mãe e sequer responde às mensagens do pai. Por fim, afirmam que os pais consideram triste e lamentável a escolha de Larissa em demonstrar ingratidão, indiferença e desrespeito, enfatizando que a atriz é amada incondicionalmente.

“Esse momento que eu me encontro hoje é o mais difícil da minha vida. Sabendo que essa ferida, ela tá cicatrizando. E que os meus pais jamais vão deixar de ser os meus pais. Jamais vou deixar de amá-los”, finaliza Larissa.

 

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 977