Jornalista português é detido pela PF ao chegar para cobrir ato de Bolsonaro em São Paulo

TAG Notícias

O jornalista português, Sérgio Tavares, foi detido pela Polícia Federal no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, ao desembarcar no Brasil para cobrir o ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro na Avenida Paulista, marcado para as 15h deste domingo, 25 de fevereiro.

Tavares relatou sua detenção em uma publicação nas redes sociais, mencionando que seu passaporte foi retido e que estava sendo interrogado sobre declarações relacionadas a urnas, fraude eleitoral, ditadura do judiciário e vacinas.

Veja o vídeo do jornalista:

Leia também: Vídeos: Manifestantes começam a encher av. Paulista para ato de Bolsonaro

Detenção e Interrogação

O jornalista português expressou surpresa com a retenção de seu passaporte, afirmando que todos os passageiros tiveram autorização para sair, exceto ele. Em um vídeo postado no ex-Twitter, Tavares explicou que veio ao Brasil para documentar a manifestação pela democracia convocada por Bolsonaro e esperava que seus direitos fossem respeitados durante o interrogatório.

Postagem do jornalista português (Foto: Reprodução)
Postagem do jornalista português (Foto: Reprodução)

Motivações da Viagem e Posicionamento de Tavares

Antes de sua chegada, Tavares afirmou que sua viagem ao Brasil tinha o propósito de mostrar à Europa um “gigantesco grito de revolta do povo brasileiro contra a ditadura em que o país mergulhou”. Ele planejava também ir a Brasília na segunda-feira para participar de uma audiência no Senado Federal sobre a obrigatoriedade da vacinação anticovid, com o intuito de denunciar ao mundo a vacinação obrigatória em bebês e crianças.

Postagem do jornalista português (Foto: Reprodução)
Postagem do jornalista português (Foto: Reprodução)

Posicionamento de Bolsonaro e Entrevista com Tavares

O jornalista português recentemente publicou uma entrevista com Bolsonaro, na qual o ex-presidente afirmou que o Tribunal Superior Eleitoral atuou contra sua reeleição. Bolsonaro criticou a Justiça brasileira, alegando perseguição e esforços para condená-lo. Essa declaração gerou repercussão e pode ter relação com a detenção de Tavares ao entrar no país.

O caso ganha relevância internacional, levantando questões sobre liberdade de imprensa e direitos civis no contexto político brasileiro.

Acompanhe as atualizações, siga a gente no Google News

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 977

Deixe um comentário