Gusttavo Lima fala sobre possível saída do Brasil após derrota de Bolsonaro

O sertanejo é um dos líderes do movimento de artistas sertanejos pró-Jair Bolsonaro (PL)
TAG Notícias

O sertanejo é um dos líderes do movimento de artistas sertanejos pró-Jair Bolsonaro (PL)

O nome de Gusttavo Lima virou um dos assuntos mais comentados das redes sociais nesta segunda (28) por uma suposta insatisfação política que o faria vender sua mansão e deixar o país.

Foto: Reprodução

Rapidamente, muitas contas e perfis na internet começaram a viralizar a informação de que ele teria dito que sem Bolsonaro no poder ele não teria mais interesse em morar no país.

Porém, trata-se de uma fake news. Procurado, o cantor disse por meio de sua assessoria que é tudo mentira, que a mansão onde mora em Goiânia não está à venda e que não há interesse em viver em outro lugar.

+ Neymar dará presente a Bolsonaro caso receba o hexa na Copa do Mundo; saiba qual

 

Vale lembrar que Gusttavo Lima é um dos líderes do movimento de artistas sertanejos pró-Jair Bolsonaro (PL). Gusttavo Lima foi dar apoio a ele em Brasília (DF). Essa foi uma das declarações mais expressivas de suporte ao presidente entre os sertanejos, que demoraram a se posicionar politicamente nas redes sociais ou em seus shows.

Mas esse está longe de ser o pior momento de Gusttavo Lima no ano. Em 2022, o músico esteve em algumas polêmicas.

Em junho, ele se viu envolvido no que ficou conhecida como a “CPI do sertanejo”, que apurava desvio de verbas em cidades para a contratação de grandes shows. Lima foi alvo de três investigações do Ministério Público.

Ficou comprovado que os cachês de Gusttavo Lima tinham variações de até 50%. Se numa cidadezinha de Roraima ele cobrava R$ 800 mil, noutra, de Minas Gerais, o valor subia para R$ 1,2 milhão. Discussões como essa detonaram uma crise sem precedentes para os sertanejos e puseram o Ministério Público na cola de prefeituras em Minas Gerais, Roraima, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Bahia .

Mais recentemente, em outubro, um morador de Pará de Minas (MG) venceu um processo contra o cantor Gusttavo Lima por causa do telefone que ele divulga na música “Bloqueado”. A informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Agora, Gusttavo Lima terá de pagar R$ 10 mil ao idoso que tem o mesmo número e reclama que recebe trotes e mensagens indesejadas desde quando a canção foi lançada. No YouTube, o clipe já ultrapassa a marca de 230 milhões de visualizações.

O caso foi divulgado em janeiro, mas só agora teve uma resolução. Procurado, Gusttavo Lima não respondeu as solicitações, mas na ocasião sua equipe jurídica alegava que ele era apenas o intérprete da música. O cantor não compareceu à audiência.

No começo de novembro, Gusttavo Lima teve de cancelar alguns shows que faria no Nordeste por causa dos atos golpistas que impossibilitavam a passagem por algumas rodovias pelo país.

Porém, sua equipe teve de desmentir boatos de que ele continuaria sem fazer apresentações nessa região do país até a posse de Lula (PT), em janeiro de 2023. “Isso não existe”, declarou sua assessoria.

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1727