Fim da paralisação: Metroviários de SP encerram greve e retorno será de forma gradual

TAG Notícias

Funcionários do Metrô aceitam proposta do governo e encerram a greve

Metrô acionou plano de contingência por volta das 7h dessa sexta, 24, e reabriu trechos das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. A decisão foi anunciada às 9h40 e Sindicato votou a favor do encerramento para que a paralisação não avançasse para o final de semana.

Os dirigentes criticaram a oferta feita pelo governo durante a assembleia mas defenderam o encerramento da greve.

“Embora a proposta seja ruim, seja muito pouco, a gente acha importante aceitar essa proposta e sair da greve por cima. Porque não existe condições da gente continuar a greve no final de semana”, falou a presidente do Sindicato dos Metroviários, Camila Lisboa.

+ Mega Sena acumulada: próximo sorteio será sábado e o prêmio é de R$63 milhões

O governo ofertou o pagamento em abril de abono salarial no valor de R$ 2 mil e a instituição de Programa de Participação nos Resultados de 2023, para ser pago em 2024. Além de se comprometer a não descontar os dias de greve e afirmar que não haverá punições.

Trechos em operação:

  • Linha 1-Azul: normalizada
  • Linha 2-Verde: entre Clínicas e Vila Prudente;
  • Linha 3-Vermelha: entre Carrão e Palmeiras-Barra Funda
  • Linha 15-Prata: aguarda chegada de colaboradores para início da circulação

rodízio de veículos continua suspenso, mas a Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento seguem valendo.

O governo de São Paulo deu ponto facultativo aos servidores públicos nessa sexta-feira.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1023