Congonhas tem voos cancelados após alarme falso de sequestro em avião

O Aeroporto de Congonhas, localizado em São Paulo, enfrentou o cancelamento de 14 voos na manhã deste sábado (26/8), após ter suas operações interrompidas por uma hora na noite anterior devido a um alarme falso de sequestro de uma aeronave.

Os voos afetados eram provenientes de diversas capitais brasileiras, incluindo Curitiba, Fortaleza, Maceió, Porto Alegre, Recife e Rio de Janeiro. Além disso, 32 voos sofreram atrasos, entre partidas e chegadas.

Leia também: Contra abusos, Alesp aprova lei que permite acompanhante em consultas médicas

Conforme relatado pela Infraero, entidade responsável pelo aeroporto, uma aeronave da Azul que estava chegando de Recife a São Paulo emitiu um código de alerta relacionado a uma “interferência ilícita” às 20h49 da sexta-feira (25/8).

Após receber a mensagem, a torre de controle instruiu a aeronave a seguir um protocolo de segurança, posicionando-a para intervenção, e suspendeu as operações no aeroporto.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) esclareceu que “apoderamento ilícito” é um termo que se refere a “ações ou tentativas que comprometem a segurança da aviação civil e o transporte aéreo”.

Logo após, a Polícia Federal (PF) iniciou os procedimentos de segurança e constatou que não havia, na realidade, nenhum apoderamento ilícito. O alerta foi enviado erroneamente através do código, conforme explicou a Infraero. As operações em Congonhas foram retomadas às 21h49 da sexta-feira.

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1605