Compra do Subway empaca mesmo com mais de 20 ofertas feitas

TAG Notícias

A Advent International, uma gestora de private equity associada ao braço de gestão de ativos do Goldman Sachs Group Inc., optou por interromper suas negociações em relação a um possível acordo com a Subway, enquanto o processo de ‘leilão’ para adquirir a famosa rede de sanduíches continua a todo vapor.

Segundo fontes próximas ao assunto do portal Valor, a Advent não está mais buscando ativamente a compra da companhia, que agora enfrenta concorrência de outras empresas interessadas, como a Roark Capital Group e a TDR Capital, com sede em Londres.

Leia também: Google cria programa para formar líderes de agências de publicidade

Considerada uma das marcas mais reconhecidas no setor de fast-food, a Subway anunciou em fevereiro que estava explorando a possibilidade de uma venda, em parceria com o JPMorgan Chase & Co. Embora o JP esteja disposto a fornecer financiamento ao potencial comprador, os licitantes têm a liberdade de escolher sua própria fonte de dívida.

Quanto o Subway buscava arrecadar?

Inicialmente, a Subway buscava arrecadar mais de US$ 10 bilhões com o processo de ‘leilão’, mas estima-se que esse valor possa chegar a mais de US$ 9 bilhões, conforme relatado anteriormente pela Bloomberg News.

A competição entre os licitantes foi adiada após a falta de conclusão até julho, e aproximadamente 20 lances foram inicialmente apresentados, de acordo com as fontes.

Subway busca compradoras (Foto: Reprodução)
Subway busca compradoras (Foto: Reprodução)

Apesar da desistência da Advent International, nenhuma decisão final foi tomada ainda, e há a possibilidade de que outros interessados surjam no processo. Até o momento, representantes da Advent, Goldman Sachs Asset Management, TDR e Subway preferiram não fazer comentários, enquanto o porta-voz da Roark ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Nos últimos anos, a Subway enfrentou desafios em seu segmento de mercado e ficou atrás de seus concorrentes. Entretanto, a empresa tomou medidas para revitalizar sua marca, incluindo a nomeação de um novo diretor executivo em 2019 e a implementação de um plano de recuperação que envolveu atualizações em seus restaurantes, cardápio e ofertas digitais.

Dentre as iniciativas de atualização, destacam-se o lançamento de carnes frescas fatiadas, em linha com outras redes como o Jersey Mike’s, e um concurso que permitiu que um superfã ganhasse sanduíches gratuitos pelo resto da vida, desde que legalmente mudasse seu primeiro nome para “Subway”.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1561