Caso Robinho: Fux nega habeas corpus e mantém ordem para prisão

TAG Notícias

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, tomou uma decisão nesta quinta-feira (21) que reverberou nos meios jurídicos e esportivos: o indeferimento do habeas corpus solicitado pela defesa de Robinho. Com isso, a ordem de prisão do ex-jogador, decorrente da condenação por estupro na Itália e homologada no Brasil pelo STJ (Supremo Tribunal de Justiça), permanece válida.

O desenrolar dos acontecimentos ganhou mais um capítulo quando a Justiça Federal de Santos (SP) deu continuidade à solicitação do STJ e expediu o mandado de prisão para Robinho. O juiz Mateus Castelo Branco Firmino da Silva foi o responsável por assinar o mandado de prisão.

Leia também: Modelo tenta beijar cachorro na boca e tem parte do lábio arrancado por mordida

A expectativa agora é que Robinho se apresente à Polícia Federal de Santos assim que receber a ordem de detenção. A partir desse momento, será iniciada uma audiência de custódia para definir as condições da prisão do ex-jogador.

Fique por dentro das últimas atualizações. Siga a gente no Google News para receber mais notícias em tempo real.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1746

Deixe um comentário