Ana Moser lamenta saída do Ministério do Esporte: ‘Caminho curto e árduo’

TAG Notícias

Ana Moser, que ocupava o cargo de ministra do Esporte, divulgou uma nota expressando seu lamento após ser informada de sua saída do cargo. A decisão foi comunicada durante uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta quinta-feira.

A gestão atual do Ministério do Esporte manifestou tristeza e consternação com o que chamou de “interrupção temporária de uma política pública de esporte inclusiva, democrática e igualitária no Governo Federal”. Mesmo assim, a pasta reconheceu que esse caminho estava apenas começando a ser trilhado.

Leia também: Toffoli anula provas da Lava Jato e chama prisão de Lula de “erro histórico”

Nas palavras da agora ex-ministra Ana Moser, ela lamentou sua saída, descrevendo-a como um “caminho curto e árduo”.

Ela disse: “Recebi a decisão do presidente Lula, a quem agradeço pela confiança, de que deixarei a direção do Ministério do Esporte. Tivemos pouco tempo para mudar a realidade do Esporte no Brasil, mas sei que entregamos muito, construímos muito e levamos a política do presidente Lula aos que tivemos contato de norte a sul deste país. Continuarei lutando e contribuindo para uma política pública de esporte que seja para todas, todos e todes. Agradeço aos que estiveram comigo percorrendo este caminho curto e árduo.”

A substituição de Ana Moser pelo progressista André Fufuca (PP-MA) visa agradar ao Centrão e fortalecer a base de apoio parlamentar do governo Lula na Câmara dos Deputados, visando uma maior estabilidade em votações legislativas após alguns momentos de instabilidade nos últimos meses.

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1752