Aeroportos têm protestos de cães e tutores após morte do golden Joca

Justiça

Neste domingo (28), donos de pets e defensores dos direitos dos animais realizaram protestos simultâneos nos Aeroportos de Guarulhos e Congonhas, em São Paulo. O motivo foi a morte trágica de Joca, um golden retriever, ocorrida na segunda-feira anterior (22). Joca faleceu após ser erroneamente enviado pela companhia aérea Gol para um destino diferente do seu tutor.

No Aeroporto de Guarulhos, onde ocorreu o incidente fatal, e também no Aeroporto de Congonhas, os manifestantes reuniram-se para exigir justiça pela morte de Joca e para destacar a necessidade de maior segurança nos voos para o transporte de animais no Brasil.

Leia também: Mulher morre em clínica de Belo Horizonte após cirurgia com 5 procedimentos estéticos

Durante o protesto em Guarulhos, uma mensagem proeminente em uma das faixas exibia as palavras “Justiça por Joca” e “Não somos bagagem, somos o amor de alguém”. As organizações de proteção animal clamaram por mudanças nas regulamentações de transporte de animais de estimação e por punições rigorosas às empresas que violam as leis de proteção animal.

João Fantazzini Júnior, tutor de Joca, expressou sua gratidão aos presentes no protesto e enfatizou a necessidade urgente de uma legislação que garanta condições mais seguras para o transporte de animais em todo o país.

João Fantazzini e Joca, cão que morreu em transporte aéreo da Gol (Foto: Reprodução)
João Fantazzini e Joca, cão que morreu em transporte aéreo da Gol (Foto: Reprodução)

Enquanto isso, no Aeroporto de Congonhas, os donos de cães também se reuniram para protestar contra a morte de Joca, ocupando o terminal de embarque em frente ao check-in da Gol.

Esses protestos não se limitaram a São Paulo. Eventos semelhantes foram realizados no Aeroporto de Brasília no mesmo domingo (28), organizados pelo Clube Golden de Brasília, e no Aeroporto Santos Dummont, no Rio de Janeiro. No sábado (27), também houve manifestações no Aeroporto Afonso Penna, em Curitiba.

As discussões para uma legislação que regulamente o transporte aéreo de animais já estão em andamento no Congresso Nacional. O deputado federal Fernando Marangoni anunciou a criação de um grupo de trabalho na próxima terça-feira (30) na Câmara dos Deputados para elaborar um projeto de lei que aborde essa questão.

Além disso, uma reunião entre a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Ministério de Portos e Aeroportos e representantes de companhias aéreas definiu ações para melhorar o transporte de animais em porões de aeronaves. Entre as medidas estão a realização de audiências públicas, a apresentação de propostas pelas empresas aéreas e o estudo da viabilidade de rastreamento dos animais transportados.

Para ficar por dentro de mais notícias como esta, siga a gente no Google News

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1011

Deixe um comentário