Acidente de Michael Schumacher completa dez anos

TAG Notícias

Em 29 de dezembro de 2013, a vida de Michael Schumacher mudou drasticamente enquanto esquiava com a família em Méribel, na França. O acidente, que o levou a bater a cabeça em uma rocha, completa agora uma década, e desde então, o heptacampeão de Fórmula 1 não fez aparições públicas.

Transportado para um hospital em Grenoble, Schumacher foi colocado em coma induzido e submetido a duas cirurgias em menos de 24 horas. Após meses de tratamento, recebeu alta em junho de 2014 e continuou a reabilitação na Suíça, onde permanece em casa desde setembro do mesmo ano.

Leia também: Ex-lutadora de MMA morre ao cair de barranco com o carro em Ubatuba

Ao longo da última década, informações sobre a condição de Schumacher têm sido escassas. Em 2016, seu advogado, Felix Damm, esclareceu que o ex-piloto não conseguia andar, refutando especulações contrárias. Jean Todt, ex-chefe de equipe da Ferrari e próximo da família, tem sido uma das principais fontes de atualizações, revelando em entrevistas que assiste a corridas de Fórmula 1 ao lado de Schumacher.

No documentário “Schumacher”, lançado em 2021 pela Netflix, a esposa de Michael, Corinna, deu um raro depoimento, descrevendo que ele está “diferente”, mas presente. No entanto, o documentário não inclui imagens do ex-piloto após o acidente.

Seu filho, Mick Schumacher, que tinha 14 anos na época do acidente, seguiu carreira no automobilismo, sendo campeão da Fórmula 2 em 2020 e participando da F1 pela Haas em 2021 e 2022. Mick agora é piloto reserva da Mercedes e competirá no Mundial de Endurance pela Alpine em 2024.

As informações mais recentes, divulgadas pelo jornal alemão Bild em dezembro de 2023, revelam que, a dois dias do aniversário de uma década do acidente, Michael Schumacher foi levado como passageiro em um carro da Mercedes na tentativa de estimular seu cérebro. Além disso, foi exposto a sons de pistas de Fórmula 1 com o mesmo propósito. O mistério em torno de sua recuperação continua a envolver a família e a privacidade do ícone do automobilismo.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 977

Deixe um comentário