Vídeo: PM enforca estudante de 16 anos dentro de escola em São Paulo

TAG Notícias

Um incidente chocante ocorreu recentemente na Escola Estadual Dona Luiza Macuco, localizada no bairro Ponta da Praia, em Santos, litoral de São Paulo. Um estudante de apenas 16 anos foi agredido por um policial militar enquanto estava no pátio da escola. As perturbadoras cenas foram capturadas por alunos em seus dispositivos móveis e rapidamente ganharam repercussão nas redes sociais.

Leia também: Adolescente morre após colocar cabeça para fora de ônibus e bater em poste

De acordo com relatos de familiares e testemunhas, a agressão aconteceu após uma série de eventos que tiveram início quando o estudante chegou à escola naquele dia. O jovem teria alegado que um policial militar da Ronda Escolar teria feito comentários inapropriados sobre sua namorada, o que levou o adolescente a reagir chamando o agente de “pedófilo”.

O familiar do jovem, que preferiu permanecer anônimo, revelou que inicialmente a intenção era não denunciar o incidente, mas a diretora da escola aconselhou a registrar um boletim de ocorrência (BO) em relação ao ocorrido.

Versão da testemunha

Uma testemunha ocular, que também é parente do rapaz, afirmou que o estudante não ofereceu resistência física em momento algum durante o confronto com os policiais. As imagens capturadas mostram o adolescente mantendo as mãos para trás, com um policial posicionado à sua frente e outro ao seu lado.

O policial à frente então colocou suas mãos no pescoço do jovem e o empurrou contra a parede. Mesmo tentando se esquivar, o estudante foi segurado pelo braço pelo outro policial presente.

O jovem relatou ainda que o policial que o segurou pelo pescoço teria proferido ameaças verbais, dizendo: “Quando eu te encontrar na rua, vou enchê-lo de bala”.

O incidente ocorreu na última terça-feira, dia 15, porém, as imagens só começaram a circular nas redes sociais nesta sexta-feira, dia 18. Após o episódio de agressão, o estudante foi encaminhado à direção da escola, que prontamente entrou em contato com a responsável pelo jovem, informando sobre a situação e a urgência de registrar um boletim de ocorrência.

Veja o vídeo:

O caso foi formalmente reportado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Santos e, posteriormente, encaminhado à Delegacia da Infância e Juventude (Diju), onde espera-se que as investigações ocorram para esclarecer as circunstâncias que envolvem essa perturbadora agressão dentro das dependências de uma instituição educacional.

Leia também: Mãe e dois filhos são encontrados mortos em carro submerso

A divulgação dessas imagens e detalhes impactantes nas redes sociais ressalta a importância do debate sobre a relação entre as forças policiais e o ambiente escolar, bem como a necessidade de uma investigação completa e justa sobre o ocorrido.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1561