Urgente: PF encontra ordem de Bolsonaro para envio de fake news

TAG Notícias

Uma investigação que inicialmente mirava a suposta pregação de um golpe de Estado por parte de alguns dos empresários mais conhecidos do país revelou um exemplo claro da atuação do ex-presidente Jair Bolsonaro no disparo de desinformação e ataques às instituições.

Leia também: Novo imposto sindical de Lula pode ser 3 vezes maior que o extinto em 2017

A mensagem em questão foi atribuída ao contato “PR Bolsonaro 8” e foi encontrada no celular de Meyer Nigri, o fundador da Tecnisa. Nela, não só são feitos ataques a integrantes do Supremo Tribunal Federal, mas também são compartilhadas fake news relacionadas a urnas eletrônicas, pesquisas eleitorais e, por fim, a ordem: “Repasse ao máximo”, destacada em letras maiúsculas.

No texto, o contato vinculado a Bolsonaro critica a postura do ministro Luís Roberto Barroso, que defendeu o “processo eleitoral como algo seguro e confiável”, enquanto trata a defesa do voto eletrônico como “interferência”.

Além disso, a mensagem menciona uma suposta fraude, baseada em suspeitas infundadas, e ataca um instituto de pesquisa, alegando que ele inflou os números a favor de Lula, que acabou vencendo a eleição, como todos sabem.

Após a ordem para disseminar as fake news e os ataques a Barroso e a outros ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral, não identificados na mensagem, Bolsonaro recebe uma resposta de Nigri: “Já repassei para vários grupos!”. Ao se despedir do agora ex-presidente, o empresário envia “abraços de Veneza”.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1572