Tok&Stok volta a demitir funcionários e pode fechar 17 lojas

TAG Notícias

A Tok&Stok demitiu três diretores e quatro diretores regionais na última quarta-feira (12) e espera-se que 17 lojas sejam fechadas, segundo informações do site InfoMoney.

A empresa ainda não publicou um comunicado oficial sobre os desligamentos.

Os profissionais que foram demitidos atuavam na parte operacional da varejista, como logística e gestão de lojas.

+ Montadoras entram em crise e dão férias coletivas

Ghislaine Dubrule retornou à direção executiva da rede de lojas e assumirá a função de diretora de lojas.

A empresa possui dívidas de R$ 600 milhões e está em processo de fusão com a Mobly, para o qual contratou o Bradesco como assessor.

Além disso, a Tok&Stok também fez um acordo com a Alvarez&Marsal para auxiliar na negociação da dívida com os credores e redefinir uma estratégia.

Os fechamentos de unidades fazem parte da reformulação da empresa, que busca tornar-se mais “eficiente e preparada para o cenário macroeconômico atual”.

As lojas que podem ser fechadas estão em Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, São Paulo e Vitória.

A Bloomberg reportou que a Tok&Stok já confirmou o fechamento de uma unidade em Porto Alegre e outras duas em Fortaleza.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1874