TikTok será investigado na União Europeia por descumprir legislação com plataforma

TAG Notícias

A União Europeia (UE) está de olho no TikTok. Recentemente, o bloco econômico abriu uma investigação para analisar se a popular rede social está cumprindo as diretrizes estabelecidas pelo Ato de Serviços Digitais (DSA).

O foco principal da investigação é garantir a segurança dos menores de idade, a transparência dos anúncios, o acesso aos dados por parte dos pesquisadores, além de avaliar o potencial efeito viciante do design e do conteúdo disponibilizado pela plataforma.

Leia também: Nvidia passa Google e Amazon, e se torna 4ª empresa mais valiosa do planeta

DSA e TikTok: Em Foco

O DSA, uma legislação voltada para a transparência e a segurança nas redes sociais, visa proteger os usuários e combater o uso indevido das plataformas digitais. No comunicado à imprensa, a UE destacou quatro pontos-chave nos quais concentrará sua investigação:

  1. Avaliação dos possíveis efeitos negativos do design, da interface e do algoritmo do TikTok, que podem incentivar comportamentos viciantes.
  2. Verificação do cumprimento das exigências do DSA para garantir maior segurança e privacidade aos menores de idade.
  3. Análise da seção destinada à verificação do histórico de anúncios na plataforma.
  4. Avaliação das medidas para aumentar a transparência na plataforma, incluindo o acesso facilitado aos dados para os pesquisadores.

Possíveis Sanções: Multas e Impactos Financeiros

Caso a investigação conclua que o TikTok falhou em cumprir as disposições do DSA, a rede social poderá enfrentar sanções significativas, incluindo multas de até 6% de seu faturamento global. Para uma empresa do porte do TikTok, isso poderia resultar em multas bilionárias, considerando seu faturamento anual.

Em 2023, a receita do TikTok atingiu a marca de US$ 10 bilhões (R$ 49,6 bilhões), o que significa que uma possível multa por violações do DSA poderia alcançar US$ 6 bilhões — ou R$ 29,8 bilhões.

Mudanças no TikTok e a Busca pela Conformidade

Para se adequar às exigências do DSA e responder às preocupações levantadas pela UE, o TikTok já está implementando mudanças. Por exemplo, a plataforma lançou um novo feed que utiliza a localização geográfica em vez do algoritmo, visando reduzir o potencial de vício dos usuários.

Além disso, a plataforma está sendo investigada quanto à forma como configura suas opções padrão para os usuários menores de idade. O objetivo é verificar se o TikTok está adotando as medidas necessárias para proteger efetivamente esse público, conforme exigido pelo DSA.

Siga a gente no Google News para ficar por dentro das últimas notícias sobre o TikTok e outras plataformas digitais! Clique aqui

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1572

Deixe um comentário