Suspenso por Bolsonaro, DPVAT pode voltar no governo Lula em 2023

Seguro DPVAT deve voltar no governo, após 2 anos suspenso por Bolsonaro
TAG Notícias

Bolsonaro suspendeu a arrecadação do seguro DPVAT nos anos de 2021 e 2022

O seguro de Danos Pessoas Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), encara uma situação incerta para 2023 no governo Lula e pode voltar caso falte dinheiro.

Segundo o portal “Metropóles”, a transição do governo não definiu se questões ligadas ao trânsito serão discutidas pelo núcleo de Infraestrutura ou pelo grupo de Cidades. Está sendo elaborado um estudo sobre o assunto e ainda precisa ser avaliado pela coordenação.

+ Morte de Lula é exposta em fake news Bolsonarista e médico confirma: “Tá muito estranho”

A arrecadação do DPVAT foi suspensa nos últimos dois anos pelo governo Bolsonaro. Hoje, o pagamento das indenizações é feito pela Caixa Econômica Federal, o que está em desacordo com parecer da AGU contrário à contratação do banco pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados).

Mais de 31 mil pessoas morreram em acidentes de trânsito ocorridos neste ano no Brasil. Do total que era arrecado com o DPVAT, 45% eram destinados ao SUS (Sistema Único de Saúde). Segundo a Susep, o fundo só tem dinheiro para pagar indenizações por mais um ano.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1707