Logo
Virou notícia, virou Tag!
Paris 2024

Seleção masculina de vôlei vence a Itália em partida eletrizante e garante vaga nas Olimpíadas

Com essa vitória, o Brasil assegura a segunda vaga disponível no Grupo A do Pré-Olímpico de vôlei. A seleção termina em segundo lugar, atrás da surpreendente Alemanha, que foi a grande revelação do torneio.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Brasil comemora vaga após Pré-Olímpico masculino de vôlei (Foto: Marcelo de Jesus)
Brasil comemora vaga após Pré-Olímpico masculino de vôlei (Foto: Marcelo de Jesus)

Depois de um começo desafiador no Pré-Olímpico, a seleção brasileira de vôlei masculino precisou se reinventar para alcançar o sucesso.

No entusiasmo de um Maracanãzinho lotado, o Brasil superou um de seus maiores rivais, a Itália, em uma emocionante partida que terminou em 3 sets a 2, com parciais de 25/23, 23/25, 15/25, 25/17 e 15/11.

Leia também: Copa do Mundo 2030: Argentina, Uruguai e Paraguai vão sediar abertura do evento

Essa vitória garantiu à equipe brasileira seu lugar nos Jogos de Paris. Logo após o jogo, o técnico Renan Dal Zotto anunciou sua saída do comando da seleção.

Com essa vitória, o Brasil assegura a segunda vaga disponível no Grupo A do Pré-Olímpico. A seleção termina em segundo lugar, atrás da surpreendente Alemanha, que foi a grande revelação do torneio.

A Itália, por sua vez, terá que buscar sua vaga nas Olimpíadas por meio do ranking, assim como Cuba, outra equipe do mesmo grupo que buscava a classificação.

Darlan foi o maior pontuador da partida, com 19 pontos, enquanto Lucarelli, um dos destaques do jogo, marcou 17 pontos. A equipe brasileira, no entanto, mostrou uma atuação conjunta brilhante.

Darlan comemora vaga para Paris (Foto: Marcelo de Jesus)
Darlan comemora vaga para Paris (Foto: Marcelo de Jesus)

Bruninho foi um dos destaques, apesar das adversidades, e Alan também teve um desempenho sólido quando foi chamado a participar.

O jogo começou com tensão desde o primeiro ponto, quando um raio atingiu a estrutura da igreja. Os italianos reclamaram, mas o ponto foi mantido para o Brasil.

O Brasil conseguiu uma vantagem inicial de 8/5 após cinco erros de saque dos italianos. A Itália tentou forçar o saque no início do jogo, mas com pouca precisão. O Brasil aproveitou, e um bloqueio de Darlan levou a equipe da casa a 18/12.

A Itália tentou se recuperar e chegou a salvar três set points, mas o quarto foi garantido pelo Brasil em um ataque de Darlan, resultando em um placar de 25/23.

No segundo set, o jogo ficou mais equilibrado, com a Itália assumindo a liderança e chegando a 14/11. O técnico Renan Dal Zotto substituiu Alan pelo irmão titular, mas os italianos continuaram melhores e fecharam o set em 25/23.

O terceiro set viu a Itália se destacar e abrir uma vantagem significativa de 19/13, levando a uma vitória por 25/15.

No quarto set, o Brasil se recuperou e abriu uma liderança de 16/8. A Itália tentou se aproximar, mas o Brasil manteve a vantagem e fechou em 25/17.

O set decisivo, o tie-break, foi emocionante. O Brasil começou bem e abriu 5/3, mas a Itália empatou em 6/6. O Brasil voltou a liderar com 12/10 e a Itália pediu tempo.

No final, um ace de Lucarelli garantiu a vaga nas Olimpíadas e uma grande comemoração com um placar de 15/11.

Débora Carvalho
Débora Carvalho
Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!