Rio de Janeiro vive onda de cachorros envenenados e prefeitura faz limpeza nas ruas

ALERTA

A Polícia Civil investiga o envenenamento de cerca de 40 cães no Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Infelizmente, em pelo menos 6 casos, os animais não resistiram e morreram. Após as denúncias, a Comlurb, empresa de limpeza urbana da capital fluminense, realizou uma lavagem pesada nas ruas da região.

Leia também: Adolescentes sequestrados na saída de Shopping são encontrados mortos

A suspeita é que uma substância tóxica tenha sido colocada pelos administradores dos condomínios nos canteiros para evitar a proliferação de ratos e insetos. Esse ato resultou no envenenamento dos cachorros, gerando grande comoção na comunidade.

Histórias de sofrimento

Uma das vítimas desse trágico incidente foi a Mel, uma cadela sem raça definida de 11 anos. Mel sempre passeava pelas ruas com sua tutora e a passeadora, até que, no mês passado, sua vida foi abruptamente interrompida.

“Ela estava passeando e não conseguiu andar normalmente. Voltou para casa e percebemos que não se levantava e mal se movia. Levei-a ao veterinário na hora do almoço e lá ela desfaleceu”, contou Juliana Salinas, tutora da cadela.

Mel apresentava um quadro de dor aguda, com pancreatite e gastrite severas. Os veterinários confirmaram que se tratava de um caso de intoxicação. Dois dias depois, infelizmente, ela faleceu.

Apelo às autoridades e à comunidade

As investigações contam com o apoio da Comissão de Defesa dos Animais da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Luiz Ramos Filho, presidente da comissão, fez um apelo urgente:

“Não sabemos se esse envenenamento foi deliberado ou acidental. Pedimos aos síndicos e administradores de condomínio, não só do Jardim Oceânico, mas de toda a cidade, que evitem o uso de produtos tóxicos em canteiros. Isso pode causar danos graves tanto a animais quanto a pessoas, podendo levar à morte.”

A tragédia de Cauã Reymond

O ator Cauã Reymond também foi vítima dessa situação trágica. Neste fim de semana, ele denunciou o envenenamento de dois de seus cães. Romeu, um deles, infelizmente não resistiu e morreu, enquanto a cadela Shakira segue internada. A Polícia Civil investiga se há relação entre este caso e os outros envenenamentos no Jardim Oceânico.

Ajude a proteger nossos animais

A situação dos cachorros envenenados no Jardim Oceânico é alarmante e requer atenção de todos. Se você mora na região, fique atento e proteja seus animais de estimação. E para se manter informado sobre este caso e outros assuntos importantes, siga a gente no Google News aqui. Juntos, podemos fazer a diferença na proteção dos nossos amigos de quatro patas.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1702

Deixe um comentário