Rio de Janeiro declara epidemia de Dengue: mais de 49 Mil casos registrados

TAG Notícias

O governador Cláudio Castro anunciou nesta quarta-feira (21) uma situação preocupante: o estado do Rio de Janeiro está enfrentando uma epidemia de dengue, com quase 50 mil casos registrados desde o início do ano. Este número é cerca de 20 vezes maior do que o esperado para o período, e infelizmente, quatro pessoas já perderam suas vidas para a doença.

“A epidemia foi decretada para agilizar o atendimento à população, eliminando a burocracia. Infelizmente, teremos dias difíceis pela frente, com a tendência de aumento dos casos”, afirmou o governador.

Leia também: Preso pela morte de Marielle, Ronnie Lessa é condenado por contrabando

Para enfrentar essa situação, foi estabelecido um Centro de Operações de Emergência (COEs) Dengue, localizado na sede da Secretaria Estadual de Saúde, no Rio Comprido, Zona Norte do Rio. O objetivo é coordenar estratégias de vigilância e organizar uma resposta rápida aos municípios afetados.

Além disso, serão ampliadas as salas de hidratação em 22 Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) municipais e estaduais, visando oferecer um atendimento mais eficiente aos pacientes.

O governador também destacou a importância da colaboração entre os setores de saúde e a atenção necessária nos próximos meses. “Estamos enfrentando um período desafiador, e é fundamental que todos os municípios estejam unidos nesse esforço”, acrescentou.

A cidade do Rio de Janeiro já havia decretado epidemia anteriormente, devido ao aumento significativo dos casos de dengue. Além disso, a situação é agravada pelo crescimento dos casos de Covid-19, exigindo uma atenção redobrada das autoridades de saúde.

Renda extra: Aprenda as técnicas inovadoras e eficazes para o Design de Sobrancelhas

Com uma taxa de crescimento alarmante da dengue em todas as 92 cidades do estado, medidas urgentes estão sendo tomadas para conter a propagação da doença. O governo reforçou o número de profissionais de saúde nas UPAs e estabeleceu o Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião como unidade de referência para o tratamento de gestantes com dengue.

Diante dessa situação crítica, é essencial que a população esteja atenta aos sintomas da dengue, que incluem febre alta, dores no corpo e manchas na pele. Além disso, medidas preventivas, como o combate ao mosquito Aedes aegypti, são fundamentais para controlar a disseminação da doença.

Para se manter informado sobre essa e outras notícias importantes, siga-nos no Google News através deste link.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1727

Deixe um comentário