Reviravolta: Polícia descobre que foi Jéssica quem forjou prints falsos com Whindersson Nunes

TAG Notícias

A comunidade online foi abalada pela trágica morte de Jéssica Vitória Canedo, no final do ano passado, após sofrer ataques devastadores nas redes sociais.

Mas o que parecia ser um caso de cyberbullying revelou-se uma intrincada teia de mentiras, como um verdadeiro drama de novela. A Polícia Civil de Minas Gerais acaba de lançar luz sobre essa história, e prepare-se para ficar de queixo caído!

Leia também: Funcionário é atropelado por trem da CPTM na estação Barra Funda, Zona Oeste de SP

Após meticulosas investigações, o órgão revelou que a jovem não foi vítima, mas sim a criadora dos prints e contas falsas que a difamavam. O que a levou a tal ato extremo? Bem, parece que o motivo estava relacionado a um suposto envolvimento com ninguém menos que Whindersson Nunes, mas as reviravoltas não param por aí.

 Jéssica criou sua própria desgraça!

A Polícia desvendou que Jéssica forjou a história em seu próprio celular, mas o que veio depois foi ainda mais chocante. Enquanto a fake news se espalhava como fogo, ela enfrentava uma enxurrada de ameaças e mensagens cruéis, empurrando-a para um desfecho trágico: o fim de sua própria vida.

E as surpresas não terminam por aí. Um novo personagem surgiu nesse drama sombrio: uma jovem de apenas 18 anos, cujas mensagens instigavam Jéssica a tirar a própria vida.

Siga a gente no Google News para ficar por dentro de todas as últimas atualizações e desdobramentos deste caso intrigante!

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1572

Deixe um comentário