Produção da última temporada de Stranger Things é paralisada; entenda o motivo

TAG Notícias

Matt Duffer e Ross Duffer, co-criadores de Stranger Things, anunciam pausa na produção da série

Séries  como ‘Big Mouth’ e ‘Cobra Kai’, da Netflix, e o filme Blade, da Marvel, também estão com a produção paralisada.

A greve dos roteiristas de Hollywood já está afetando as produções de televisão e cinema, incluindo a popular série da Netflix, “Stranger Things“.

Os co-criadores da série, Matt Duffer e Ross Duffer, anunciaram em seu perfil no Twitter que as filmagens da última temporada da série foram interrompidas devido à paralisação dos roteiristas.

Duffers aqui. A escrita não para quando as filmagens começam. Embora estejamos ansiosos para iniciar a produção com nosso incrível elenco e equipe, não é possível durante esta greve. Esperamos que um acordo justo seja alcançado em breve para que todos possamos voltar ao trabalho. Até então — estamos fora. #wgastrong.”, escreveram.

+ Terra e Paixão: saiba tudo sobre a nova novela da Globo

A greve começou na terça-feira passada, quando os roteiristas de cinema e televisão de Hollywood se recusaram a trabalhar até que fossem atendidos em suas demandas salariais pelos estúdios de produção, incluindo a Netflix e a Walt Disney.

De acordo com a Variety, outras séries da Netflix, como “Big Mouth” e “Cobra Kai”, também estão enfrentando atrasos e pausas na produção devido à greve.

Além disso, programas de televisão, como talk shows e o popular humorístico “Saturday Night Live“, também estão sendo afetados, e deverão exibir reprises enquanto a paralisação continuar.

Outras produções afetadas incluem a série “Billions” e o aguardado filme da Marvel, “Blade”.

Filme Blade, da Marvel, também está com a produção paralisada (Foto: Reprodução)
Filme Blade, da Marvel, também está com a produção paralisada (Foto: Reprodução)

Greve dos roteiristas

Os roteiristas de Hollywood iniciaram sua primeira greve em 15 anos, com a categoria argumentando que a revolução do streaming reduziu seus salários e pagamentos residuais.

A última greve durou 100 dias e custou US$ 2,1 bilhões à economia da Califórnia, além de ter afetado a produção de cinema e TV.

Além das questões salariais, a crise atual também envolve a queda na receita publicitária das emissoras de TV e o crescente domínio do streaming.

Como resultado, muitas produções estão sendo afetadas, incluindo a popular série da Netflix, “Stranger Things”, e o aguardado filme da Marvel, “Blade”.

A situação também está impactando programas de televisão, como talk shows e o humorístico “Saturday Night Live”, que estão sendo forçados a exibir reprises durante a paralisação.

 

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1071