Primeira ministra negra do TSE, Edilene Lôbo toma posse nesta terça

TAG Notícias

Na tarde desta terça-feira (8/8), um marco histórico será estabelecido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a posse da primeira mulher negra em sua composição de ministros. A advogada Edilene Lôbo assumirá o cargo de ministra substituta, preenchendo a vaga resultante da promoção do ministro André Ramos Tavares à posição de titular na Corte, em 30 de maio deste ano.

Nomeada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em junho de 2023, Edilene Lôbo oficializará sua entrada no TSE durante a cerimônia de posse, agendada para as 18h. O evento ocorrerá no gabinete da Presidência da Corte, precedendo a sessão de julgamentos no Plenário e contará com a presença restrita de convidados.

Leia também:

Após quarentena, ex-ministro Paulo Guedes volta à iniciativa privada; saiba onde

Juscelino Filho ganhou mais dinheiro público com viagens do que ministros com salários

Natural de Minas Gerais, Edilene Lôbo é detentora do título de doutora em Direito Processual pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Além de sua notável carreira acadêmica, a ministra substituta é professora do curso de Direito na Universidade de Itaúna (MG), desempenhando também o papel de docente convidada no programa de pós-graduação em Direito Eleitoral da PUC Minas Virtual. Seu engajamento acadêmico também se reflete em sua produção literária, com a autoria de livros e artigos jurídicos que têm contribuído para o avanço do campo.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1727