Péssima notícia para quem mora de aluguel

TAG Notícias

A alta pode ser justificada pelo aumento da Selic, que influencia as taxas vinculadas a financiamentos imobiliários

O Índice FipeZap+ divulgou um levantamento sobre o valor dos aluguéis de imóveis no Brasil, que subiram cerca de 17,05% no acumulado de 12 meses, registrando o maior percentual desde dezembro de 2011. A alta pode ser justificada pelo aumento da Selic, que influencia as taxas vinculadas a financiamentos imobiliários. Como os brasileiros têm encontrado mais dificuldades para financiar a casa própria, a procura por imóveis para alugar tem aumentado, explicando o aumento no valor da locação.

 

O que você precisa saber

  • Valor do aluguel de imóveis no Brasil está cerca de 17,05% mais caro no acumulado de 12 meses, o maior percentual desde dezembro de 2011.
  • Alta da Selic influencia as taxas vinculadas a financiamentos imobiliários, o que dificulta o financiamento habitacional.
  • Procura por imóveis para alugar aumenta, o que explica o aumento no valor da locação.
  • Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) teve um aumento dez vezes maior do que a alta acumulada, fechando em 1,86%.
  • Cidades brasileiras que possuem o aluguel mais caro do Brasil: Barueri (SP), São Paulo (SP), Recife (PE), Florianópolis (SC) e Santos (SP).
  • Necessidade do Banco Central reduzir a taxa Selic é urgente, já que a taxa de juros em alta (13,75%) dificulta o financiamento habitacional.
  • Melhora na renda dos brasileiros pode impulsionar o mercado imobiliário.
  • Cidades que possuem o metro quadrado mais caro para quem deseja comprar a casa própria: Balneário Camburiú (SC), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF).

 

O Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) também apresentou aumento, fechando em 1,86%, dez vezes maior do que a alta acumulada. O IGP-M é conhecido como a inflação dos aluguéis e é frequentemente utilizado na correção de contratos.

+ Minha Casa, Minha Vida: você pode ter direito a participar do programa e não sabe

Barueri (SP) lidera a lista de cidades brasileiras com os aluguéis mais caros, com um preço médio de R$ 51,57 por m². São Paulo (SP), Recife (PE), Florianópolis (SC) e Santos (SP) completam a lista.

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) considera urgente a necessidade de o Banco Central reduzir a taxa Selic, que atualmente está em 13,75%, para facilitar o financiamento habitacional. No entanto, a associação acredita que o mercado imobiliário pode ter um bom crescimento este ano com a melhora na renda dos brasileiros.

Para quem deseja comprar a casa própria, as cidades com o metro quadrado mais caro são Balneário Camburiú (SC), com um preço médio de R$ 11.876,00 por m², seguida por São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF), com preços médios de R$ 10.304,00, R$ 9.882,00 e R$ 8.795,00 por m², respectivamente.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 2105