Parreira reaparece em homenagem a Zagallo e aparência do ex-treinador impressiona

TAG Notícias

Carlos Alberto Parreira, que compartilhou mais de 50 anos de amizade e trabalho com Zagallo, expressou profundo pesar pela perda do Velho Lobo. A dupla conviveu em três Copas do Mundo na comissão técnica da seleção brasileira, marcando uma parceria que teve início em 1970, quando Parreira ainda atuava como preparador físico.

Uma notícia muito triste, devastadora. Zagallo era meu melhor amigo no futebol, meu mestre. O cara me ajudou, me protegeu, me ensinou tudo que eu aprendi no futebol. Um privilégio meu tê-lo ao meu lado por tantos anos. Não foi só em 1994. Comecei em 1970 com o Zagallo. Fomos amigos, companheiros e profissionais ao longo de 52 anos. Agradeço a Deus a oportunidade que tive de aprender com uma pessoa generosa como ele”, destacou Parreira.

Leia também: Tetracampeão do mundo, Zagallo morre aos 92 anos

Parreira reaparece em homenagem a Zagallo (Foto: Reprodução)
Parreira reaparece, aos 80 anos, em homenagem a Zagallo (Foto: Reprodução)

A parceria entre Parreira e Zagallo se estendeu por diversas décadas, marcando presença em momentos cruciais do futebol brasileiro, incluindo as conquistas nas Copas do Mundo de 1970 e 1994, além da participação na Copa de 2006 na Alemanha.

Em 2021, Parreira passou por um momento delicado ao enfrentar a Covid-19:

Foi duro, essa doença faz um estrago. Atacou meus rins e tive 35% do meu pulmão comprometido, mas não perdi olfato. No 8º dia, eu senti um cansaço muito grande, não conseguia levantar da cama. Minha mulher também teve Covid, mas passou rápido. Eu sofri muito. Essa doença é traiçoeira”.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1071

Deixe um comentário