Parque Ibirapuera ganha nome de Rita Lee e câmara aprova Parque do Bixiga

MUDANÇAS

Nesta terça-feira (21), a Câmara Municipal de São Paulo deu um passo significativo ao aprovar, em primeira votação, a criação do Parque Municipal do Bixiga, localizado na região central da cidade. O projeto recebeu 46 votos favoráveis e nenhum contrário, mas ainda precisa passar por uma segunda votação para ser definitivamente aprovado.

Leia também: Rio Grande do Sul confirma segunda morte por leptospirose causada por enchentes

No mesmo dia, a Câmara aprovou em segunda e definitiva votação o projeto de lei que homenageia Rita Lee. A icônica cantora agora dá nome a uma praça no Parque Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo. A Praça da Paz, situada no coração do Ibirapuera, será renomeada como Praça Rita Lee. O projeto, de autoria de Milton Leite (União Brasil) e da vereadora Luna Zarattini (PT), foi aprovado simbolicamente e segue para sanção do prefeito.

A Luta pelo Parque Bixiga

A criação do Parque Bixiga encerra uma longa disputa entre o dramaturgo Zé Celso, fundador do Teatro Oficina Uzyna Uzona, e o Grupo Silvio Santos, proprietário do terreno desde os anos 80. O grupo planejava construir três edifícios de até 100 metros de altura, mas Zé Celso defendia que tais construções comprometeriam as atividades culturais do teatro e o projeto original da arquiteta Lina Bo Bardi.

Projeto de criação do Parque Bixiga — Foto: Divulgação
Projeto de criação do Parque Bixiga — Foto: Divulgação

O Teatro Oficina foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2010, o que estabeleceu padrões para a preservação do espaço e do entorno. Mesmo após a morte de Zé Celso, em um incêndio em julho do ano passado, a luta pelo parque continuou. Em dezembro, o Ministério Público anunciou a destinação de R$ 51 milhões para o futuro parque, verba que virá da Uninove, como parte de um acordo para evitar processos judiciais.

Plano Diretor e Acordo com a Uninove

O projeto do Parque Bixiga está alinhado com o Plano Diretor da cidade, que visa ampliar e requalificar espaços públicos, proteger o patrimônio histórico e valorizar a diversidade cultural. O bairro do Bixiga é destacado como um território único, fruto de lutas populares.

A criação do parque ainda depende de um acordo com o Grupo Silvio Santos para a desapropriação do terreno. As despesas serão cobertas por dotações orçamentárias próprias, com possibilidade de complementação de verbas pela prefeitura.

O acordo com a Uninove envolve a destinação de mais de R$ 1 bilhão, resultado de um termo para evitar processos cíveis após a descoberta da máfia dos fiscais em 2013. A universidade cederá um prédio para a Secretaria Municipal da Saúde e construirá um hospital e um Cartório Eleitoral, entre outras contribuições.

Celebre Rita Lee e o Novo Parque Bixiga

A aprovação do nome de Rita Lee para a praça no Parque Ibirapuera é uma homenagem merecida à rainha do rock brasileiro, que deixou um legado eterno na música nacional. A criação do Parque Bixiga representa uma vitória para a cultura e a memória coletiva da cidade de São Paulo.

Para ficar por dentro de todas as novidades e eventos culturais da cidade, siga a gente no Google News aqui. Não perca nenhuma atualização!

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1748

Deixe um comentário