Ovos de Páscoa chegam aos supermercados em média 12% mais caros

TAG Notícias

Mesmo com a desaceleração da inflação no último ano, o consumidor deve encontrar ovos de Páscoa mais caros

Nos últimos 12 meses, chocolates e bombons tiveram aumento de 12,41%. Com esse aumento, um ovo de Páscoa que o consumidor pagou R$ 50 no ano passado, agora pode custar pelo menos R$ 56.

“No caso dos ovos de Páscoa, a tendência é que haja um incremento nos preços acima da inflação oficial do país (IPCA), em razão da elevação dos custos de produção e dos insumos”, explica em nota a Associação Paulista de Supermercados, APAS.

A Páscoa é a segunda data com maior movimento em vendas, perdendo apenas para o Natal e, ficando à frente até da Black Friday.

+ Justiça decreta falência da Pan e, fabricante das famosas moedas de chocolate, fecha as portas

A APAS projeta o crescimento de 4,5% nas vendas deste ano, acreditando que, o aumento do salário mínimo, deve impulsionar o consumo nos supermercados nesta época.

Segundo pesquisas, 40% dos empresários estão otimistas em relação ao mercado nessa Páscoa, e 45% seguem preferindo colocar à disposição dos consumidores produtos alternativos como barras de chocolates em substituição aos ovos de Páscoa.

“Tradicionalmente, a Páscoa é o melhor momento do varejo de alimentos no primeiro semestre. E, para garantir que o consumidor tenha acesso aos melhores produtos com os melhores preços, o supermercadista procura diversificar marcas e oferecer alternativas dentro do mix de itens da época”, disse o diretor da Apas, Carlos Correa.

 

 

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1023