Logo
Virou notícia, virou Tag!
danos morais

Neto e Band são condenados a indenizar Sampaoli em R$ 500 mil

Neto acusou o técnico argentino Sampaoli de praticar atos racistas contra preparador de goleiros durante sua passagem pelo Santos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Neto acusou o técnico argentino Sampaoli de praticar atos racistas (Foto: Reprodução)
Neto acusou o técnico argentino Sampaoli de praticar atos racistas (Foto: Reprodução)

A Justiça de São Paulo emitiu sentença condenando o apresentador Neto e a TV Bandeirantes ao pagamento de R$ 500 mil ao treinador Jorge Sampaoli por danos morais.

A ação foi instaurada após Neto acusar, ao vivo, o treinador de praticar atos racistas contra o preparador de goleiros Arzul durante sua passagem pelo Santos.

Leia também: Mansão de Bruna Biancardi é invadida por bandidos que estavam atrás dela e da filha de Neymar

O juiz Cassio Pereira Brisola, da 1ª Vara Cível de Pinheiros, foi responsável pela decisão publicada na última terça-feira, 7.

Segundo a apuração do Terra, Arzul negou ter sido vítima de racismo por Sampaoli em seu depoimento, afirmando que tanto o treinador quanto sua equipe tratavam bem os funcionários do clube santista.

O magistrado considerou que Neto não praticou o bom jornalismo ao não verificar a veracidade do relato fornecido por uma fonte e ao divulgar a informação falsa, prejudicando a reputação de Sampaoli.

A sentença ordena que Neto e a Bandeirantes paguem a indenização e publiquem uma retratação afirmando que o treinador não praticou ato racista enquanto técnico do Santos.

Além do valor da indenização, Neto e a Bandeirantes foram condenados a cobrir as despesas judiciais, fixadas em 10% do valor da ação, totalizando R$ 50 mil. Ambos têm direito a recurso.

A Band se absteve de comentar, alegando que “a emissora não se pronuncia sobre assuntos judiciais”. Por outro lado, a defesa de Neto não respondeu aos contatos.

O episódio em questão ocorreu no programa Baita Amigos, onde Neto acusou Sampaoli de conduta racista em relação a um membro da equipe do Santos.

O apresentador também criticou a possibilidade do Flamengo contratar Sampaoli, alegando problemas comportamentais do técnico argentino.

No dia 17 de abril, Neto comentou sobre a passagem do técnico pelo Santos, em 2019, que segundo o apresentador, Sampaoli foi racista com um funcionário do clube.

Um cara que trata mal o Arzul, que é negro. E que é igual a mim, que é igual a você e que é um ser humano incrível. Esse cara, o Jorge Sampaoli, fazia o Arzul ficar fora do vestiário. Ele fez muitas pessoas contratadas antes dele perderem o emprego. Esse cara é nojento”, afirmou Neto.

 

Débora Carvalho
Débora Carvalho
Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Deixe um comentário