Logo
Virou notícia, virou Tag!

Nasa volta a receber sinal da nave Voyager 2 após ter perdido contato

Após ter perdido sinal por alguns dias, a Nasa confirmou com a Voyager 2 segue "viva" pois voltou a emitir sinal

Facebook
Twitter
LinkedIn
Voyager 2 opera além da heliosfera, a bolha de campos magnéticos e partículas do sol que se estende muito além da órbita de Plutão Reprodução/Nasa
Voyager 2 opera além da heliosfera, a bolha de campos magnéticos e partículas do sol que se estende muito além da órbita de Plutão Reprodução/Nasa

A missão Voyager da NASA alcançou um marco notável ao conseguir detectar um sinal da espaçonave Voyager 2, mesmo após um período de perda de contato com a nave espacial que tem operado há quase 46 anos.

A equipe da missão utilizou a tecnologia Deep Space Network e Radio Science para rastrear e ouvir o “batimento cardíaco” da espaçonave, indicando que ela continua viva e operante.

Leia também: Criador do ChatGPT diz que: “Os empregos definitivamente vão acabar”

O sucesso da detecção foi uma surpresa agradável para a equipe, considerando que comandos enviados em julho fizeram com que a antena da Voyager 2 apontasse incorretamente para longe da Terra.

A espaçonave, que está localizada a mais de 12,3 bilhões de milhas (19,9 bilhões de quilômetros) no espaço interestelar, não pôde receber comandos da equipe de controle da missão ou enviar dados de volta à Terra devido à mudança acidental de sua antena.

Agora, a equipe da missão está trabalhando em um novo comando para tentar redirecionar a antena da espaçonave para a Terra, embora reconheça que há uma baixa probabilidade de sucesso devido à enorme distância envolvida.

História da Voyager

A Voyager 2, juntamente com sua sonda irmã, Voyager 1, foi lançada em 1977 e continua explorando o cosmos. A equipe desligou gradualmente alguns de seus instrumentos para economizar energia e estender suas missões.

Ambas as espaçonaves operam além da heliosfera, a bolha de campos magnéticos e partículas do sol que se estende muito além da órbita de Plutão. Essas sondas pioneiras estão coletando dados valiosos enquanto exploram o território interestelar desconhecido. A equipe espera que a Voyager 2 permaneça em sua trajetória planejada, mesmo sem receber comandos, e a Voyager 1 continua a se comunicar com a Deep Space Network enquanto se aventura no espaço interestelar.

 

Daniel Vicente
Daniel Vicente
Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!