Mc Donald’s anuncia fechamento de todas as lojas em país, após não aceitar reforma judicial

TAG Notícias

Todos os dias o Mc Donald’s irá fechar as suas lojas

O Mc Donald’s de Israel anunciou hoje que irá fechar todas as suas lojas da rede de fast food no país.


O que aconteceu

  • A paralisação é em apoio à greve geral que acontece em Israel.
  • Todas as lojas fecham as portas, até o fim do ano, sempre a partir das 12h no horário local.
  • A medida entrou em vigor hoje, segundo confirmou a rede em Israel.

O Mc Donald’s se junta ao maior sindicato trabalhista do país que declarou greve nacional imediata contra a reforma judicial proposta pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

+ Falência: Cervejaria Petrópolis, dona da Itaipava, quebra com dívidas de R$ 4 bilhões

Ao todo, a rede deve fechar cerca de 200 lojas espalhada por toda Israel. As redes de shoppings Big e Azriel, também aderiram a greve e fecham suas portas.

A reforma do judiciário proposta por Benjamin Netanyahu tem sido muito criticada e é vista como um aumento do poder político sobre a Justiça, dando mais controle do parlamento sobre o judiciário do país. Se aprovada, a reforma permitiria, por exemplo, que o parlamento anulasse decisões da Suprema Corte.

Através das redes sociais, o primeiro ministro se manifestou com poucas palavras: “Peço a todos os manifestantes em Jerusalém, à direita e à esquerda, que ajam com responsabilidade e não usem violência. Somos todos irmãos”.

Veja o post oficial do Mc Donald’s Israel no instagram:

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1561