Jovem vende o rim para comprar iPhone e fica acamado dependendo de hemodiálise após cirurgia clandestina

TAG Notícias

Há alguns anos, um jovem chamado Wang Shangkun, com apenas 17 anos na época, tomou uma decisão que mudaria sua vida para sempre: realizar uma cirurgia clandestina para vender um de seus rins e, assim, conseguir comprar um iPhone, o objeto de desejo que almejava.

O procedimento ilegal ocorreu em 2011, mas as consequências devastadoras ainda assombram a vida de Wang, que atualmente tem 29 anos.

Leia também: Hospital Sírio-Libanês é condenado a pagar R$ 1 milhão por morte de bebê

Após a arriscada operação realizada em uma clínica clandestina, o jovem sofreu graves efeitos colaterais. O rim remanescente desenvolveu uma deficiência renal, deixando-o dependente da hemodiálise para sobreviver. Além disso, uma infecção surgiu em decorrência da falta de cuidados no pós-operatório, agravando ainda mais sua situação de saúde.

Em uma entrevista ao portal The Mirror, Wang Shangkun compartilhou sua triste realidade, revelando que sua vida profissional foi interrompida, pois não pôde mais trabalhar devido ao estado debilitado de sua saúde. Agora, ele subsiste com a ajuda de benefícios sociais, uma realidade bem distante da que ele esperava alcançar ao realizar o ato desesperado para obter um iPhone e um iPad com o dinheiro obtido.

Além do impacto pessoal, o caso ganhou repercussão internacional e levou à prisão de nove pessoas envolvidas em um esquema de tráfico de órgãos.

A busca pelo sonho de consumo teve um alto preço para Wang Shangkun e, mesmo após anos, a história continua a viralizar nas redes sociais, especialmente quando novos produtos da marca são lançados, lembrando-nos das consequências devastadoras de decisões impensadas e da importância de combater a exploração e o mercado negro de órgãos.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1561